Os péssimos estaduais precisam mudar


 A cada ano que passa os estaduais vão ficando mais chatos, sofríveis, entediantes, ruins, insuportáveis e insustentáveis, por serem competições tradicionais existe um medo de acabar de vez com elas ou mesmo reformula-las completamente, porém alguma coisa precisa ser feita ou o estádio só estará lotado e os torcedores empolgados em três ou quatro partidas por competição, que são nos clássicos.

Os clubes que participam tem prejuízo, a TV cada vez mais perde audiência e os torcedores não estão dispostos a pagar mais de 15 ou 20 reais para assistir um Fluminense x Barra Mansa. Vou usar o Campeonato Carioca como grande exemplo do enorme fracasso e prejuízo que os estaduais vem se tornando. Da primeira à oitava rodada da competição, foram realizadas 64 partidas, 70% terminaram com prejuízo para o mandante.

Então você se pergunta, se a TV perde audiência, os clubes sofrem financeiramente e os torcedores não se importam como antes; Quem lucra com os estaduais? Simples, as Federações! O caso mais absurdo é da própria FERJ, que nas oito rodadas citadas embolsou R$ 744 mil, pois na maioria das vezes cobra 10% sobre a receita bruta do jogo.

Para acabar com esta competição nenhum pouco atraente precisa de uma maior atenção dos presidentes dos clubes, que raramente contestam o regulamento e a própria competição em si.

Particularmente não sou a favor da extinção dos estaduais mas sim dos mesmos num formato diferente, mais precisamente dividido em grupos pequenos e os clubes de cada chave jogando entre si, os dois primeiros se classificam e começa o mata-mata, o que enxugaria o calendário e daria mais espaço para investir e valorizar ainda mais o Brasileirão, Copa do Nordeste, Copa Verde, Copa do Brasil, Libertadores e outros torneios.

Existe uma outra opção que é pensada pelos clubes, que é a volta de torneios como o Rio-São Paulo, que é uma boa ideia, pois o número de jogos interessantes que um botafoguense(exemplo) iria assistir seria sete e não três, pois são oito grandes que disputam o título e não quatro. 

Enfim, em mais um ano de estadual continuamos com a certeza que eles precisam ser mais enxutos e consequentemente menos cansativos, existe toda uma tradição por trás deles, porém os grandes clubes brasileiros não podem jogar para públicos menores que 10 mil num estádio com suporte para 20 ou 30 mil torcedores este é um dos fatores que leva o futebol brasileiro para um nível cada vez menor.

E a Seleção Brasileira de Dunga vai caminhando...


 Após assumir a Seleção Brasileira num estágio 'pós-apocalíptico', Dunga vem conseguindo achar o seu time ideal nos amistosos, nesta quinta-feira diante da França o Brasil conseguiu proporcionar uma bela atuação fora de casa. 

Não vou mais cobrar a tão falada 'reformulação tática' da Seleção e futebol brasileiro após o desastroso 7 a 1, quem pôs o Dunga no comando da Seleção deveria saber que ele não era o nome, mas o técnico recebeu o convite e aceitou, por isto este assunto não merece voltar a pauta e sim o trabalho dele daqui em diante, este que dentro de suas características vai indo bem.

O Brasil continua dependente do talento de Neymar, isto é obvio, mas novos nomes como Roberto Firmino e Philippe Coutinho(que não jogou nesta quinta) podem formar uma parceria interessante com o jogador do Barcelona, jovens e habilidosos, com uma defesa segura podem fazer 'estragos'.

Avaliar friamente e detalhadamente um time em formação não me parece justo, mas o que penso é que esta Seleção de Dunga vai muito bem, já venceu a Argentina e agora a França, em amistosos é verdade, mas o time precisa ser testado e vencer contra as grandes Seleções e não contra o Zimbábue ou Egito, por isto a Seleção de Dunga vai caminhando... Rumo a mais uma conquista da Copa América? A medalha de Ouro nas Olimpíadas do Rio? A mais uma enganosa conquista de Copa das Confederações? Ao Hexa na Rússia? Isto eu não sei, mas o bom futebol apresentado é incontestável.

Mais uma da ESPN Brasil! Repórter tenta dar ''lição de moral'' a torcedor Ao Vivo


 A ESPN Brasil nunca cansa de se superar... Imagine um mundo onde o Tricolor não pode chamar o Flamenguista de ''Mulambo'', onde o Corintiano não pode chamar o São-Paulino de ''Bambi'' ou o Atleticano não pode chamar o Cruzeirense de ''Maria'', ou qualquer apelido do mundo do futebol em que o torcedor se dirige ao adversário com o objetivo de zoar e tirar saro do mesmo. Imagina um mundo onde a mãe do árbitro seja caracterizada como outra qualquer ou mesmo em que os jogadores seguem um scrip no momento das entrevistas(isto os ''politicamente corretos'' já conseguiram).

Pois bem, a repórter da ESPN Brasil proporcionou nesta quarta-feira um momento no minimo constrangedor, para os dois lados, pois tentou dar um lição de moral ao torcedor palmeirense ao qual entrevistava interrompendo-o no momento que afirmou que queria ganhar ''das bicha'' se referindo ao São Paulo, Gabriela perguntou a idade do torcedor e afirmou que ele precisava se modernizar e parar de usar termos ''homofóbicos''. O torcedor ficou sem jeito no momento, e não é para menos, acabara de levar uma bronca em rede nacional, não esperava ser condenado pelo simples ato de ser um torcedor comum, não tentar passar um boa imagem de si próprio e apenas ser ele mesmo.

Conheço a Gabriela Moreira por suas ótimas reportagens investigativas no mundo do esporte, principalmente quando trabalhava no Rio de Janeiro, talvez quando chamou o torcedor palmeirense esperasse uma declaração como: ''Vamos ganhar dos excelentíssimos Tricolores, com todo respeito a eles, espero que o Palmeiras ganhe apenas de 1 a 0, para não ficarem muito chateados''. Enfim, o futebol brasileiro já não esta em uma boa fase, querer forçar um futebol politicamente correto é mais um atentado contra nosso querido esporte, salve-se quem puder!

A vitória que faltava, a vitória que muda a moral do Palmeiras


 O Palmeiras passou dez partidas sem vencer um rival, e na noite desta quarta-feira no Allianz Parque os comandados de Oswaldo de Oliveira quebraram essa marca negativa num momento importante, após dezenove contratações o time mudou de cara neste ano e a marca ''conquistada'' por outros jogadores não poderia permanecer, e caiu, logo com um 3 a 0 para cima do São Paulo, mas não foi um ''simples 3 a 0'' e sim um verdadeiro massacre contra o rival Tricolor.

Uma vitória em que a importância vai além dos três pontos ou de jogar ou não em casa a fase mata-mata do Campeonato Paulista, o 3 a 0 dá ao Palmeiras uma moral que não conseguia a tempos, e talvez anos. Logo nos primeiros minutos Robinho contou com a saída estranha de Rogério Ceni para fazer um golaço de primeira, e por cobertura, num chute espetacular que dava uma previa do que estava por vir.

Rafael Marques marcou duas vezes e decretou o resultado, o time do São Paulo ainda teve Toloi e Michel Batos expulsos durante a partida. A partir desta quarta-feira o Palmeiras não é o time em que Alexandro ''Mittos'' chegou para contratar 19 jogadores e vencer somente os pequenos paulistas e sim o time em que consegue, passo a passo, aos poucos se estruturar como elenco para disputar grandes títulos, talvez estes nem venham neste 2015, mas o fato é que o Palmeiras não é o mesmo de 2012, 2013 e 2014, o Alviverde mudou!


A ''Propina das propinas'' na ''Copa das copas''? O Mundial parece não ter saído ileso da corrupção brasileira


 Em tempos de crise, o Brasil tem mais um escândalo de corrupção para pôr em sua extensa e vergonhosa prateleira. Nesta segunda-feira, o Ministério da Justiça solicitou ao Corregedoria-geral da União (famoso CGU) uma abertura de auditoria para apurar as suspeitas de que a empresa alemã Bilfinger pagou propina a servidores e estatais no país para assim conseguir vantajosos contratos na Copa do Mundo de 2014. A empresa alemã de engenharia também afirmou estar investigando uma denúncia interna sobre o pangamento de propina.

A denúncia foi levantada recentemente pelo jornal alemão "Bild", onde foi afirmado que a Bilfinger desembolsou 20 milhões de euros de propina (cerca de 70 milhões de reais). O resultado dos ''favores'' foi conseguir contratos com o governo brasileiro por cerca de 21,2 milhões de reais em 2014. A Bilfinger presta serviços em território brasileiro para Petrobras (esta envolvida em escândalos monstruosos), Agência Nacional do Petróleo, Senado Federal e Anatel.

O valor recebido pela empresa alemã foi de 13 milhões de reais pelo fornecimento de 1,5 mil monitores e software para o Centro Integrado de Comando e Controle da Copa do Mundo. Segundo toda a propaganda que girava em torno da Copa, este sistema era considerado um dos principais ''legados'', pois permitia a centralização da operação de segurança.

A Bilfinger confirmou que empregados estão sob suspeita de terem pagado propinas no Brasil para ficar com os contratos, mas sugere que os valores seriam menores que aqueles revelados pelo ''Bild'' e apenas incluiriam um contrato de 6 milhões de euros.

"A Bilfinger recebeu informações internas no ano passado indicando que pode ter havido violações nos regulamentos de ética do grupo a respeito do fornecimento de monitores para os centros de segurança em grandes municípios brasileiros. A empresa imediatamente abriu uma completa investigação sobre o caso. A denúncia está ligada à suspeita de pagamento de propinas por parte de funcionários da Bilfinger no Brasil a funcionários públicos e funcionários de empresas estatais", declarou a empresa em nota.

Em resposta as denúncias do ''Bild'', em que funcionários da Fifa também estariam envolvidos no esquema de propina, a entidade se defendeu afirmando não ser de sua responsabilidade e que tais medidas de segurança eram organizadas pelo Comitê Organizador da Copa, ao lado do governo brasileiro. "Nem a Fifa nem seus empregados estiveram envolvidos em contratos de cidades-sedes ou do governo federal''.

Enfim, após tanta propaganda estatal em torno da Copa do Mundo, a competição vem se mostrando um fracasso fora de campo, pois não trouxe os benefícios prometidos a população, muitos estádios se tornaram os chamados ''Elefantes brancos'', outros terão que ainda passar por reforma e ainda deixa ''de saldo'' uma dívida imensa como o do Estádio Mané Garrincha(Brasilia), que não deverá ser pago em menos de mil anos. Se essa foi a Copa das Copas não quero imaginar as outras.

#CopadasCopas mesmo?

Flamengo vence o Vasco por 2 a 1 num bom clássico com direito a muita chuva e até confusão

Flamengo 2 x 1 Vasco
 O Clássico dos Milhões reuniu 56 mil torcedores no Maracanã para ver um bom jogo, foram 90 minutos em que aconteceu de tudo, temporal que deixou o gramado alagado, falha do goleiro, paralisação da partida por 50 minutos, declaração polêmica do presidente do Fla no meio do ocorrido, confusão em campo, quatro expulsões e muita rivalidade entre as torcidas que proporcionavam um verdadeiro espetáculo à parte e bateram o recorde de maior público do futebol brasileiro em 2015.

Com o Rio de Janeiro sendo castigado por São Pedro com muita chuva, o clássico começou equilibrado, ambos os times abusavam de entradas duras e não conseguiam desenvolver boas jogadas sem que a bola parasse numa poça. Naquelas condições não seria velocidade ou técnica que resolveria a partida e sim experiência para saber lidar com aquela situação. 

Experiência é algo que podemos afirmar que o Rubro-negro Alecsandro tem de sobra, são 34 anos e passagens por grandes clubes do Brasil, foi o atacante que se adiantou a bobeada do goleiro vascaíno Martin Silva em tentar rolar a bola com o gramado encharcado. Não deu outra, a água parou a bola no meio do caminho e o jogador mandou para o fundo das redes, antes que o zagueiro Rodrigo chegasse na bola ou que o goleiro uruguaio se posicionasse como queria no gol. 1 a 0 para o Fla aos dezessete minutos num jogo até então feio e muito truncado.

A partida recomeçou e a chuva aumentava cada vez mais, a drenagem do Maracanã não aguentava mais tanta água que caía e o gramado alagou, seria impossível a realização da partida. O juiz parou o jogo e demorou 50 minutos para a bola voltar a rolar, desta vez significadamente melhor. Neste intervalo ainda houve tempo do presidente do Fla, Eduardo Bandeira de Mello, dar uma declaração polêmica, afirmando não ver motivos para a partida não continuar e também que não iria dialogar com a federação carioca, demonstrando como a polêmica no inicio do ano fez mal para a relação entre FERJ e Fla(também Flu).

Voltando a partida, o Vasco resolveu permanecer até o último minuto possível no vestiário, aproveitando para se aquecer e também rever o que não estava certo na equipe. O resultado foi que o Cruzmaltino voltou a campo melhor que o Flamengo, com Bernardo no lugar de Dagoberto(contundido), o time ficou mais ligado e disposto a virar a partida. Acabou chegando ao empate aos vinte e oito minutos, quando após cobrança de escanteio e cabeçada de Gilberto, Julio dos Santos mandou para o fundo das redes.

O empate deixou o time vascaíno menos nervoso dentro de campo e ainda mais 'empolgado' em busca do 2 a 1. Canteros ainda teve uma ótima chance para o Flamengo mas desperdiçou e o domínio continuou com os comandados de Doriva.

A partida voltou do intervalo com o Flamengo diferente, com Everton no lugar de Gabriel, o time Rubro-negro não demorou para ficar novamente na frente do placar, Marcelo Cirino usou sua velocidade para escapar dos marcadores vascaínos e entrar na área, até ser derrubado por Guiñazu. Novamente Alecsandro balançou às redes, desta vez de penalidade com extrema categoria aos sete minutos do segundo tempo.

O gol mexeu com a partida, o Vasco tentava tomar iniciativa enquanto Luxemburgo postava o Flamengo para explorar contra-ataques com velocidade. O placar permaneceu em 2 a 1 até o apito final, mas antes ainda deu tempo de ter uma confusão, aos trinta e seis minutos, que resultou em quatro expulsões, duas de cada lado: Paulinho e Anderson Pico, do lado flamenguista, e Bernardo e Guiñazu, do lado vascaíno. Todo o desentendimento começou quando Paulinho fez falta em Bernardo, o vascaíno se revoltou com a falta do atacante flamenguista e a briga acabou envolvendo os alterados Guiñazu e Anderson Pico.

Com os três pontos na partida deste domingo, o Flamengo permanece na terceira colocação com os mesmos 26 pontos do segundo(Madureira) e quarto(Vasco) colocados. A liderança do Campeonato Carioca permanece com o Botafogo, que tem 28 pontos e o Fluminense se complica na quinta colocação com 22 pontos. A próxima partida do Flamengo será contra o Bangu, na quarta-feira às 22h, novamente no Maracanã. Já o Vasco visita o Boavista no Bacaxá, na quinta-feira às 16h.

Torcida Rubro-Negra sai mais feliz após o resultado do Maracanã e aproveita para provocar o Vasco, que não vence o Fla a dez partidas.

Barcelona vence o clássico contra o Real Madrid e abre quatro pontos de vantagem na liderança

Barcelona 2 x 1 Real Madrid
 Eles estão nas quartas de final da Uefa Champions League 2014/15, eles brigam ''palmo a palmo'' pela liderança do Campeonato Espanhol, eles são os protagonistas da Europa a um bom tempo, eles tem os dois melhores jogadores do mundo, quando eles se enfrentam os amantes de futebol param para ver. Barcelona e Real Madrid fizeram mais um clássico neste domingo 22/03, pelo Campeonato Espanhol, e quem levou a melhor foi o Barça.

O inicio de temporada mostrou um Real Madrid arrasador, recém campeão da Europa, o time merengue foi campeão do Mundial de Clubes e ainda da Supercopa Europeia, dominava o Campeonato Espanhol com sobras e ainda contava com um Cristiano Ronaldo insuperável. Chegou o ano de 2015 e o cenário mudou, o Barcelona de Luis Enrique começou a se entrosar e jogar o melhor futebol da Espanha, o time contou com a volta do ótimo futebol de Lionel Messi e ainda se classificou a final da Copa do Rei. 

O cenário se inverteu desde o primeiro ''El Clássico'' da temporada, nesta segunda oportunidade ficou com os três pontos o time que veio melhor nas últimas partidas. O jogo começou equilibrado no Camp Nou, ambos os times tiveram suas chances mas foi os donos da casa que abriram o placar com o zagueiro francês Mathieu de cabeça, após ótima cobrança de falta de Lionel Messi.

Dez minutos após balançar as redes, quando o Real Madrid tinha o domínio da partida, o Barcelona teve uma chance de ouro de fazer o 2 a 0. Suárez chutou cruzado e a bola sobrou para Neymar, que tentou dominar e acabou recuando para Casillas apenas encaixar. O goleiro espanhol repôs a bola em campo rapidamente e o Real Madrid partiu trocando passes, aos trinta e um Benzema recebeu a bola e tocou de calcanhar para Cristiano Ronaldo chegar de carrinho e empatar a partida.

O Real Madrid continuou no domínio do jogo e criando mais chances que o Barça, principalmente após o gol de CR7, que deixou os catalães perdidos em campo e se segurando para não levar uma virada.

Na volta do intervalo os merengues continuaram dominando o jogo mas sem conseguir o segundo gol, até que aos dez minutos Daniel Alves cruzou para Suárez, o centroavante uruguaio dominou com categoria e bateu cruzado para vencer Casillas e colocar o Barça na frente no placar, mudando o panorama da partida.

O Barcelona começou a criar ótimas chances com o trio formado por Messi, Suárez e Neymar e pouco sofreu com o 'atordoado' Real Madrid, que no final da partida já não tinha forças para ameaçar os donos da casa, que trocaram passes e a torcida aproveitou para gritar 'Olé'. 

Vitória do Barcelona no clássico que deixa o time na liderança isolada do Campeonato Espanhol, os comandados de Luis Enrique chegam aos 68 pontos, são quatro de distância para o Real Madrid, segundo colocado. No próximo domingo, o Barça visita o Celta de Vigo no Balaídos. Já o Real recebe o Granada no Bernabéu.

Michel Bastos marca aos 44 do segundo tempo e São Paulo vence o San Lorenzo

São Paulo 1 x 0 San Lorenzo
 Com o Corinthians disparado na liderança com nove pontos, São Paulo e San Lorenzo fizeram um jogo de ''mata-mata'', como o próprio Ganso definiu em entrevista antes da bola rolar, pois uma vitória seria fundamental. No primeiro minuto de partida Michel Bastos mandou uma bola na trave após ótima jogada que animou o torcedor são-paulino. A dinâmica, velocidade e técnica apresentada nos primeiros segundos iludiram, não passaram de uma demonstração do que este ótimo elenco pode fazer dentro de campo.

Após a tão comentada jogada, Pato sentiu o tornozelo e pediu para sair, o argentino Centurion entrou em campo dando mais velocidade ao time. Ao longo da primeira etapa o time se mostrou sem grande objetividade, sempre com jogadas pelo centro de campo e com a defesa adiantada para tentar pressionar, porém havia muito espaço para o time argentino criar suas jogadas ofensivas.

O time passou sufoco, a torcida idem, os argentinos chegavam com perigo aproveitando as falhas defensivas e pararam na trave. Após o intervalo o time deu uma melhorada, começou a criar mais chances de ataque que o San Lorenzo e aos dezesseis minutos uma falha do bandeirinha Humberto Clavijo que poderia ser fatal. Luis Fabiano cruzou rasteiro e Centuirón empurrou para as redes na pequena área, gol do São Paulo anulado de maneira irregular, o jogador argentino estava na mesma linha da marcação e não adiantado como apontou o auxiliar.

Em noite apática, Ganso deixou o campo e foi vaiado e xingado pela torcida do Tricolor Paulista. Curiosamente, logo depois da saída do meia, o São Paulo marcou o gol da vitória, do desabafo a tal crise que vem e vai a todo momento. Aos quarenta e quatro minutos, Carlinhos cruzou da esquerda e Michel Bastos se jogou na bola de cabeça para balançar às redes.

O próximo compromisso do São Paulo será no domingo, contra o Marília no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. O time volta a entrar em campo pela  Libertadores somente no dia  1º de abril em Buenos Aires, novamente contra o San Lorenzo.

Joe Hart brilha mas Barcelona vence o City por 1 a 0 e avança às quartas da Champions

Barcelona 1 x 0 Manchester City
 Joe Hart é o nome da fera! O goleiro do Manchester City e da seleção da Inglaterra fez milagres dentro do Camp Nou e evitou o que poderia ser uma goleada do Barcelona, porém não conseguiu evitar a classificação do time da casa, que comandado por Lionel Messi num dia inspirado, chega às quartas de final da Uefa Champions League mais uma vez.

Assim como na temporada 2013/2014, Barça e City se enfrentaram nas oitavas, e mais uma vez o time catalão levou a melhor. Logo no inicio da partida os mandantes começaram a se impor e criar chances, Neymar e Messi quase marcaram, numa partida em que o craque argentino foi maestro e também bagunçou a defesa adversárias.

Aos trinta e um minutos da primeira etapa o gol que parecia questão de tempo, Lionel Messi achou o croata Rakitic no meio da defesa adversária, o meio-campista dominou a bola no peito e encobriu Joe Hart, no único momento em que o goleiro inglês foi 'vencido' nos 90 minutos.

Com a vantagem no marcador, o Barcelona tirou o pé e só voltou a se assustar na volta do intervalo, quando o Manchester City resolveu sair para o jogo e quase empatou o marcador numa bobeira do goleiro Ter Stegen. No momento em que os ingleses tiveram sua grande chance no jogo não aproveitaram. Penalidade a favor do City após Piqué derrubar Aguero dentro da área, o atacante argentino buscou o choque e acabou caindo. Na cobrança Ter Stegen defendeu o chute de Aguero sem grandes dificuldades. A eliminação dos Citizens foi decretada após a bola não balançar as redes, e o Barcelona teve mais algumas chances impedidas por Hart, para consagrar a boa atuação do goleiro, este que não entra mais em campo nesta Champions.

#RipJornalismoEsportivo

 Em uma segunda-feira com nenhuma noticia 'bombástica' no futebol, nenhum técnico demitido após um resultado ruim no estadual, novas contratações, dirigente falando besteira, crise sem sentido ou algo do tipo, trago a vocês um momento melancólico de velório, isto mesmo, o velório do jornalismo esportivo(este que talvez já tenha morrido faz tempo).

Fazer grandes reportagens é algo cada vez mais raro, artigos bem elaborados também, pois é muito mais fácil ganhar clique republicando as fotos que as ''marias-chuteiras'' postaram de biquíni no Instragram do que se dar ao trabalho de investigar algo. É mais fácil relatar que Jobson foi ao camelô e mostrar o que ele comprou do que discutir se os fraquíssimos estaduais devem continuar... Enfim, é uma pena.

Ah, e se você ficou curioso, o atacante botafoguense comprou um Playstation 4 e o game Call of Duty Advanced Warfare.


E no domingo 15/03 também teve futebol...


 O assunto principal desde domingo foi os protestos contra o governo federal em todo o Brasil, porém também houve bola rolando, um final de semana de estaduais sem grandes clássicos, o que justifica a falta de 'empolgação' de boa parte dos torcedores. Então vamos ao ''resumão'' de alguns estaduais:

Campeonato Baiano:
Pelas quartas de final, o Vitória venceu o Colo-Colo por 2 a 1 de virada em Ilhéus. Joadson abriu o placar para os donos da casa mas Neto Baiano virou o marcador com dois gols. A partida de volta será no próximo sábado no Barradão.

A situação do Bahia já está resolvida, o Tricolor de Aço goleou o Galícia por 5 a 0 fora de casa(Gols de: Titi, Kieza, Thiago Real duas vezes e Léo Gamalho). A partida de volta será no próximo domingo e o time pode até perder por quatro gols de diferença na Arena Fonte Nova que sua vaga na semifinal está garantida.

Juazeirense e Jacupiense empataram em 1 a 1, a vaga será decidida no estádio Pituaçu, também no domingo.

Campeonato Carioca:
Com gols de Dagoberto, Serginho, Gilberto, Luan e Thalles, o Vasco da Gama goleou o Nova Iguaçu por 5 a 1 em São Januário, o gol dos visitantes foi marcado por Marlon. Com a vitória, o Cruzmaltino lidera o estadual com um ponto de vantagem para o Botafogo.

O Alvinegro da estrela solitária também jogou neste domingo, e com gols de Rodrigo Pimpão, Jobson e Tássio, venceu o Resende por 3 a 0 no Engenhão e garantiu o segundo lugar.

O grande carioca que se deu mal neste dia 15 foi o Fluminense, que após a vitória do Flamengo no último sábado havia deixado a zona de classificação para a próxima fase. Apenas uma vitória sobre o Macaé colocaria o Tricolor das Laranjeiras de volta ao G-4, porém o time foi derrotado por 1 a 0, gol de Juninho.

Campeonato Cearense:
Neste domingo, apenas o Fortaleza e Maranguape entraram em campo pelo estadual, o Leão cearense goleou por 5 a 0 e divide a liderança do Grupo A com o Icasa, que também tem 10 pontos mas é inferior nos critérios de desempate.

Campeonato Catarinense:
Joinville e Chapecoense empataram em 0 a 0, pior para o Tricolor, que permanece na quarta colocação e fora da zona de classificação do hexagonal final.

O Figueirense venceu o Metropolitano por 1 a 0 com gol de Clayton e se isolou na liderança com 7 pontos.

Campeonato Gaúcho:
Neste domingo, o Internacional venceu o Brasil de Pelotas no Estádio Bento de Freitas por 2 a 0, com gols de Valdivia e Taiberson. Com o resultado, os comandados de Diego Aguirre ocupam a terceira colocação com dezenove pontos, apenas um a menos que o Grêmio(que também venceu ontem).

Campeonato Goiano:
Goiás venceu o Imtubiara por 1 a 0, gol de Ruan, e com a vitória continua na liderança do Grupo B. São vinte e um pontos e dois a mais que o vice Goianésia.

Campeonato Paranaense:
O Coritiba venceu o JMalucelli por 2 a 0, gols de Wellington Paulista e Rafhael Lucas, e com os três pontos assumiu a liderança do Estadual. Com vinte e dois pontos, o Coxa abre dois de vantagem para o adversário desde domingo.

Campeonato Paulista:
Na manhã desde domingo, horário por conta das manifestações, o Palmeiras venceu o XV de Piracicaba por 1 a 0, gol de Gabriel, e continua sobrando na liderança do Grupo 3. São vinte e um pontos, quase o dobro do segundo.

Já o São Paulo enfrentou a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, e com reservas conseguiu bater o time da casa de virada. Roni abriu o placar mas Alan Kardec e Paulo Miranda decretaram o 2 a 1 e a liderança isolada do Grupo 1.

Campeonato Pernambucano:
Pelo hexagonal do título, o Santa Cruz recebeu o Central no estádio do Arruda e venceu por 1 a 0, com gol de Anderson Aquino. Com o resultado, o Tricolor chega aos dez pontos na terceira colcação.

O Náutico vem logo atrás do rival, também com 10 pontos. O Timbú visitou o Serra Talhada no Estádio Nildo Pereira e venceu por 2 a 0, gols de Josimar e Bruno Alves.

Campeonato Mineiro:
Após um empate e uma derrota, o Atlético-MG voltou a vencer diante do URT, no estádio Independência. Os comandados de Levir Culpi golearam com gols de Marcos Rocha, Dudu(contra), Lucas Pratto e Luan. 

Dia 15/03/2015, apenas o começo?!


 Por mais que alguns esquizofrênicos partidários tentem negar, a manifestação desde dia 15/03/2015 é marcante!

Marcante pois não se reuniram mais de 1 milhão de pessoas na Avenida Paulista por um lanche ou por dinheiro e sim por indignação.

Marcante pois aqueles 'famosos da internet' que tanto apoiavam as manifestações em 2013, bem menos democráticas que esta, insistem em gritar contra.

Marcante pois não existe um líder politico com um discurso de ódio ameaçando ir contra a população por sua ideia.

Marcante pois aqueles que tinham uma postura 'radical' eram isolados e não idolatrados, quando um grupo se mostrou violento, as pessoas não demonizaram a PM e sim aplaudiram após deter a situação que iria se complicar.

Marcante pois dificilmente no Brasil temos uma manifestação onde os comerciantes e os trabalhadores não temem a mesma e sim continuam trabalhando pacificamente lado a lado.

Marcante pois não existia o foco em destruir algo, como carros, prédios ou até anos pesquisas, e sim em exigir o melhor para a população.

Marcante pois não precisou dos famosos 'abrigados' pela famosa 'Lei Rouanet' para convocarem o evento.

Marcante pois mostra com todas as letras e da forma mais clara possível que não é apenas a ''Elite branca paulista'' ou os ''Coxinhas'' que não compactuam com o atual governo. Mostrando também que não apenas os ''sulistas'' que estão insatisfeitos, tanto que, dado as medidas proporções, houveram grandes manifestações em estados como Ceará e Alagoas.

Marcante pois aqueles que apontavam uma certa classe social ou raça como única insatisfeita, não podem mais ignorar a situação. É inegável que a grande maioria da população(digo população, não fanáticos partidários) não esta satisfeita com a situação no Brasil, e este é apenas o primeiro de muitos avisos.

Veja também:

São Paulo - SP

Brasilia - DF

Rio de Janeiro - RJ

Brasilia - DF







Bizarro! Goleiro do Barcelona de Guayaquil finge desmaio para ganhar tempo com expulsão


 No incio deste mês, vimos um jogador ucraniano fazendo um enorme teatro dentro de campo, e na última quarta-feira a atuação 'digna de Oscar' foi na Libertadores da América, na partida entre Barcelona de Guayaquil e Atlético Nacional, pelo Grupo 7 da Libertadores. O jogo já estava nos acréscimos e o placar marcava 1 a 1, a partida era no Equador, porém pelo nível dos dois times o resultado era melhor para o Barcelona. Para tentar ganhar o máximo de tempo possível, o goleiro Maximo Banguera parou o ataque dos colombianos e o provável gol da vitória com uma falta digna de expulsão, após o choque, o goleiro se jogou no chão e de forma bizarra fingiu ter desmaiado.

Tanto o árbitro quando os jogadores dentro de campo ignoraram a atuação do goleiro e esperaram o jogador se levantar. Após o vexame, Banguera levou cartão vermelho, viu seu time ficar com um a menos e ainda assistiu o Atlético Nacional virar a partida aos quarenta e nove minutos do segundo tempo. Você pode ver a situação constrangedora abaixo:

Com Thiago Silva de vilão a herói, PSG arranca o empate contra o Chelsea e avança na Champions

Chelsea 2 x 2 Paris Saint-Germain
 Que jogo de oitavas de final da Uefa Champions League! Chelsea e Paris Saint Germain se enfrentaram no Stamford Bridge, em Londres, e o time francês conseguiu se vingar da eliminação na temporada passada num jogo dramático, onde mesmo com um a menos, o time visitante buscou o empate e ainda conseguiu a classificação nos últimos minutos, com um gol daquele que seria considerado pela maioria como o vilão da partida.

Nos primeiros quarenta e cinco minutos, uma arbitragem desastrosa marcou a partida, o holandês Björn Kuipers não conseguiu conter os ânimos dos jogadores na dura partida. O atacante sueco Ibrahimovic foi expulso ainda no primeiro tempo, após falta dura em Oscar, falta esta que não foi suficiente para um vermelho direto.

Se o clima já estava tenso, após a expulsão de Ibra os times trocaram ''carinhos'' aos montes, as entradas estavam cada vez mais duras e os brasileiros David Luiz e Diego Costa frequentemente se desentendiam. Desde o inicio, a tática de José Mourinho era clara, havia 'estacionado' o ônibus dos Chelsea na defesa para jogar com o regulamento debaixo do braço, sem fazer questão de jogar bem e nem de buscar o gol. O jogo foi para o intervalo com o placar em 0 a 0, a vaga nas quartas de final da Champions ficava com o time da Inglaterra, que havia empatado em 1 a 1 no jogo de ida no Parc de Princes.

Nos primeiros minutos da etapa complementar, os donos da casa esboçaram um bom futebol e quase abriram o placar, porém foi só. Aos quatorze minutos, Pastore achou Cavani no meio da defesa inglesa e deu um passe extraordinário, o centroavante uruguaio driblou Courtois mas no momento da finalização mandou na trave, já estava sem ângulo.

O PSG era melhor na partida e o Chelsea tentava fazer um golzinho que lhe garantiria alguma tranquilidade. Aos trinta e cinco minutos, escanteio a favor dos Blues e após bate-rebate a bola sobrou para o zagueiro Cahill que estufou às redes para abrir o placar. Mas já no finalzinho, quando a vaga parecia estar definida, David Luiz subiu no segundo andar em cobrança de escanteio e fez um golaço de cabeça, sim, uma verdadeira tijolada com a testa que explodiu na trave e entrou no gol, 1 a 1 e o defensor brasileiro garantiu a prorrogação e uma sobrevida ao time de Paris.

Os comandados de Laurent Blanc estavam claramente esgotados após os 90 minutos de jogo, pois além de sair atrás no placar tinham apenas dez jogadores em campo. Sabendo da chance de ouro para não levar a partida para as penalidades e decidir logo a classificação, o Chelsea foi para cima do time visitante e aproveitou bobeira de Thiago Silva em um pênalti para lá de bizarro. O jogador brasileiro bateu com a mão na bola após disputa-la com os braços para cima de maneira bizonha. Hazard foi para a cobrança e bateu com categoria, o time londrino mais uma vez próximo de eliminar o PSG na Champions, e um bônus a mais, na última terça-feira foi aniversário do clube, não havia cenário melhor.

Sem a mesma força do segundo tempo, o Paris Saint-Germain não conseguia criar chances trabalhadas de gol, um empate em 2 a 2 que levaria a classificação teria que sair em jogada de bola parada ou numa falha do Chelsea. Até que o relógio marcava sete minutos do segundo tempo de prorrogação, faltavam seis minutos para o fim da partida e escanteio para o PSG, Thiago Silva cabeceou e o goleiro Courtois fez ótima defesa. A bola seguiu para a linha de fundo, nova chance do time francês em escanteio e o ''vilão da partida'' se redimiu, novamente o zagueiro brasileiro cabeceou, mas desta vez com a qualidade com qual acostumou aqueles que acompanham sua carreira, a bola encobriu o goleirão belga e morreu no fundo das redes, empate em 2 a 2 e uma comemoração emocionada daquele que seria manchete como alvo pela eliminação do PSG, mas virou herói.

Nos últimos minutos de jogo o Chelsea tentou fazer o 3 a 2 mas não conseguiu, o time do Paris Saint-Germain segurou o empate e garantiu sua vaga nas quartas de final da Uefa Champions League, eliminando o Chelsea que havia frustrado seus planos na temporada passada. O time que conta com a zaga Thiago Silva e David Luiz está entre os oito melhores times da Europa e saberá quem será seu adversário após sorteio na sexta-feira da próxima semana.


Você gostaria de ter Valdivia em seu time?


 Valdivia é um ótimo jogador, quando entra campo é aquele tipico meia que pode decidir um jogo importante a qualquer momento, carrega a bola e pode ser importantíssimo para auxiliar os atacantes com assistências precisas, o meia chileno é o sonho de consumo de qualquer time brasileiro, se não fosse por três quesitos que quase anulam totalmente os anteriores:

  1. O meia quase não entra em campo, em sua segunda passagem com a camisa do Palmeiras jogou menos da metade das partidas, está sempre contundido;
  2. É polêmico, não consegue conter a irritação para si e pode provocar uma crise interna;
  3. Por último o seu valor, mesmo sempre desfalcando o time, Valdivia é um jogador caro e que geralmente não justifica seu valor.

Na última terça-feira, mais uma vez o jogador causou polêmica, quando nas redes sociais questionou as declarações de Alexandre Mattos, que havia afirmado estar esperando os resultados de Valdivia em campo antes de pensar em renovar seu contrato. O meia chileno não gostou das declarações do dirigente e a postou o seguinte texto no Twitter:

“Quero esclarecer alguns pontos para que parem com as fofocas baratas. Hoje, o meu principal foco é a minha recuperação e boa fase em que vive a equipe. Na segunda-feira, meu pai tinha uma reunião com o Palmeiras, ele apareceu na hora marcada, mas ninguém apareceu para falar com ele, com isso, a reunião foi remarcada para hoje.
Até o momento, ninguém da diretoria me informou que eu teria de realizar um contrato de produtividade. Quem precisa esclarecer esse assunto é o clube e não o atleta. E se for um vínculo de produtividade, espero que não aconteça o que vivemos no ano passado, quando sofremos até o final.
O contrato de produtividade não é nenhuma pedra no sapato. Fico triste, uma vez que não falei nada sobre isso, e mesmo assim existem pessoas criando tumulto sobre o assunto. Tenho caráter e cumpro o que digo. Só digo isso: As cores do Palmeiras são as únicas que usarei no Brasil.
Mesmo se eu for embora no final do contrato, sempre serei agradecido pelo clube que me representa. Mas saibam que isso não é uma mensagem de adeus. Esse não era o momento de falar tudo isso. Não quero atrapalhar o excelente ambiente que os meus companheiros estão vivendo.
Todos os atletas que deixaram o clube nos últimos anos tiveram problemas. Não quero ser mais um a passar por isso, quero sair pela porta da frente. Estou em fase final de recuperação, isso significa que tenho dores e cansaço, mas voltarei apenas quando estiver 100%.
No final de 2014, tomei duas infiltrações para poder atuar. Não gosto de falar essas coisas, mas é a verdade. Jamais, em sete anos de Palmeiras, me posicionei a cima do clube. Com toda a experiência que tem, o senhor Matos poderia ter me chamado para conversar.”
Após as pesadas criticas na rede social, Valdivia pediu desculpas a Mattos também pela rede social:

''Não quero guerra com ninguém. Não quero criar inimizade com o Alexandre Mattos e nem com o Palmeiras. O que eu desejo é que ele faça um ótimo trabalho aqui, como já fez em outros clubes, e que o Palmeiras possa conquistar títulos. Se ele se sentiu ofendido, peço desculpas publicamente.
Em relação à renovação de contrato, já deixei claro que eu quero muito permanecer porque tenho enorme carinho pelo Palmeiras e pela torcida, mas ainda não conversamos sobre nada. Nem eu e nem o Palmeiras apresentamos nossas propostas, tudo o que saiu na imprensa até o momento é apenas especulação. O que foi conversado até agora é que eu quero ficar aqui e o clube quer que eu fique. A única coisa que eu peço é que as pessoas parem de falar que o salário de produtividade e o tempo de contrato sejam empecilhos para a minha renovação, porque isso não tem nada a ver.
Eu me manifestei via Twitter porque as pessoas queriam que eu me manifestasse. Só tentei esclarecer que jamais neguei contrato de produtividade, até porque não houve nenhuma proposta até agora. Além disso, já me colocaram em diversos times, mas reafirmo que, no Brasil, não jogo em nenhum outro clube que não seja o Palmeiras."
O jogador se explicou e pediu desculpas pelo ocorrido, mas seu custo-benefício não pode deixar de ser discutido, o contrato do meia acaba no meio do ano e na minha percepção seria melhor para o Alviverde paulista agradeçer o Valdivia pelos serviços prestados, fazer um jogo de despedida e deixar o chileno seguir sua carreira. Mas você leitor, gostaria de ter Valdivia no seu time? Pela reação que vejo não somente nas redes sociais como nas arquibancadas, o torcedor palmeirense ainda espera ver aquele chileno que brilhou no Paulistão em 2008 e que foi importantíssimo na Copa do Brasil 2012. Então se a diretoria não quiser pelo menos negociar com o jogador, terá uma cobrança maior caso o resultado do Brasileirão 2015 não seja o esperado pelo torcedor, que hoje, pelas atuações no Campeonato Paulista(que não pode servir de parâmetro), é brigar pelo menos por vaga na Libertadores.

Resposta a Juca Kfouri e seu panfleto eleitoral


 Você concorda com Juca Kfouri? Se sim parabéns, você é uma ótima pessoa, é do povo e luta contra a elite branca paulista, esta opressora e que odeia tudo como um cão raivoso, principalmente os pobres, estes que segundo Juca estão cada vez mais presentes em ''luxos'' desta tal elite e que assim os incomodam... Não é novidade que a imparcialidade do jornalista da ESPN e da Folha é tão verdadeira quanto uma nota de 3 reais(não, não estou falando de 1 dólar), e mais uma vez ele resolve atacar a maldita ''elite branca paulista'' em seu novo texto.

O texto intitulado ''O panelaço de barriga cheia e do ódio'', nada mais é que um repeteco de seu chilique, já conhecido por todos, na Copa do Mundo de 2014. Vamos voltar no tempo para compreender a mentalidade de Juca:

Vamos avaliar um passado recente:

Se o Brasil vive um período de eleições Juca se resume a criticar a oposição ao PT, seja ela qual for(Os candidatos presidenciáveis do PSDB, PSB, PSC e PRTB no caso de 2014), sempre idolatrando a principal linha auxiliar do PT na atualidade, o PSOL, que é um partido que vem abrigando um alto número daqueles que se decepcionaram(ou não) com o partido da estrela vermelha e agora quer ir atrás de uma 'nova luta'. E ai que está o ''perigo'' de Juca Kfouri, ele não faz o mesmo que seu companheiro José Trajano, que também participa do programa Linha de Passe(da ESPN), e veste a camisa dando a cara a tapa, Juca não, ele chega a fazer uma falsa oposição ao Partido dos Trabalhadores que engana muitos desavisados.

Se lembrarmos da estreia da Copa das Confederações de 2013, o Brasil jogou no estádio Mané Garrincha, em Brasilia, e no Linha de Passe pós-partida, ele insistiu em desculpas esfarrapadas para justificar aos telespectadores da ESPN as altas e claras vaias a presidente. Chegou ao absurdo de afirmar que os cidadãos brasilienses estavam ''confusos'' com todos os protestos fora do estádio e acabaram vaiando Dilma Rousseff quase que ''por acaso'', como se o naquele momento até o Papa seria vaiado e xingado.

Durante os protestos de 2013, Kfouri e Trajano dedicaram boa parte dos programas para falar do assunto, sempre montando um altar para aqueles que protestavam, diminuindo os crimes dos black blocks e também demonizando a Policia Militar.

Chegamos a Copa de 2014 e o momento que todos tem conhecimento, Dilma xingada por quase toda a Arena Corinthians e no Linha de Passe um discurso de ódio como nunca visto numa TV esportiva brasileira. Seguiu bem a cartilha de ''Guerra de classes'' e a famosa tática de ''Dividir para conquistar'', separando ricos de pobres, negros de brancos, sulistas de nordestinos e os paulistas(principal alvo das criticas) de todo o Brasil, como se o que acabasse de acontecer dentro da Arena Corinthians foi algo provocado pela ''Elite branca paulista'', esta ao qual pertence negros, pobres e não paulistas, só precisa discordar da opinião do Juca Kfouri para entrar nesta ''lista negra''.

Reunião totalmente imparcial entre amigos, não note ,o papel de parede por favor

Trajano, sem a mesma 'delicadeza' de Kfouri, aproveitou para soltar todo o ódio do seu coração contra colunistas que se 'atreveram' a se opor ao governo petista, chamando os mesmos de ''propagadores do ódio'', sendo que todos telespectadores notavam claramente quem estava com sangue nos olhos e com o tal ódio. A dupla Trajano e Juca seguiram bem a cartilha de Lênin e sua famosa frase: ''Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz''.

Os telespectadores não gostaram nada de serem chamados de golpistas simplesmente por não apoiarem o atual governo, e na partida Uruguai e Inglaterra, num link ao vivo da Arena Corinthians, José Trajano não conseguiu comentar da cabine por conta de uma grupo de torcedores, que ao fundo gritavam: ''Trajano vendido! Trajano vendido!'', talvez estivessem citando os diversos patrocínios estatais da ESPN, não sei afirmar a você leitor se apenas na minha televisão aparecem propagandas do Banco do Brasil, Correios, Caixa e Petrobras a todo momento nos intervalos do canal.

Após a Copa do Mundo de 2014 o rótulo de ''Elite branca paulista'' foi distribuído por Juca Kfouri a negros, pardos, índios, pobres, nordestinos ou qualquer cidadão que se atreveu a discordar de suas opiniões.

E enfim, chegamos a segunda-feira 09/03/2015, um dia após o pronunciamento presidencial de Dilma Rousseff, quando em diversas cidades brasileiras houve um protesto chamado 'Panelaço' durante a exibição em TV aberta. Não vou comentar o texto patético propagado por Dilma Rousseff, e sim a reação ainda mais patética ainda de Juca Kfouri e seus parceiros de ESPN, que afirmaram que assinariam em baixo o seguinte texto(link).

Em sua postagem, Kfouri começa tentando justificar o momento de insatisfação do cidadão brasileiro com argumentos injustificáveis como no trecho ''somos capazes de vender e comprar DVDs piratas, cuspir no chão, desrespeitar o sinal vermelho...'', como se justificasse o saqueamento que acontece nas estatais brasileiras. O discurso é mais ou menos este:

Ah, tem corrupção? Estão roubando bilhões de seu bolso? Quem mandou cuspir no chão naquele dia que você foi ao centro da cidade? Lembra do domingo de carnaval? Você passou no sinal vermelho seu mal educado, então não pode reclamar de estar sendo lesado pelos governantes do meu partido! Seu golpista, elitista, burguês e coxinha!


''Carruagem'' que expressa o ódio da
elite branca paulista segundo Juca Kfouri.
''O panelaço nas varandas gourmet de ontem não foi contra a corrupção. Foi contra o incômodo que a elite branca sente ao disputar espaço com esta gente diferenciada que anda frequentando aeroportos, congestionando o trânsito e disputando vaga na universidade. Elite branca que não se assume como tal, embora seja elite e branca.''

Comentando o texto acima, Juca Kfouri xinga de maneira indireta a inteligência de seu leitor, pois novamente coloca os protestos na conta da tal ''Elite branca'', quando na verdade este termo já é tão pífio que não merece uma nova resposta. Quem sente mais a inflação, um rico ou um pobre? O Juca parece não entender, ou finge que não entende.

No prosseguimento do texto, Juca tenta se mostrar 'imparcial' ao concordar com Luís Carlos Bresser Pereira, fundador do PSDB e ex-ministro de FHC, para justificar este ''ódio da elite contra os pobres'', como tanto gosta de afirmar.

''Sejamos francos: tão legítimo como protestar contra o governo é a falta de senso do ridículo de quem bate panelas de barriga cheia, mesmo sob o risco de riscar as de teflon, como bem observou o jornalista Leonardo Sakamoto'', afirma Juca.

Juca perde o senso do ridículo citando nada mais nada menos que Leonardo Sakamoto, quem já acessou o blog deste cidadão sabe bem do que falo, suas opiniões parecem mais panfletos de esquerda.

Mais elite branca segundo o Juca
''Dilma Rousseff, gostemos ou não, foi democraticamente eleita em outubro passado. Que as vozes de Bresser Pereira e Semler prevaleçam sobre as dos Bolsonaros é o mínimo que se pode esperar de quem queira, verdadeiramente, um país mais justo e fraterno.''

Então podemos entender que após ser eleita democraticamente, um presidente da república, ou a 'presidenta' como gostam de chamar, pode fazer o que bem entender?
Pode tentar aprovar o absurdo que era o Decreto 8243?
Pode tentar fazer a 'regulação da mídia' para atender seus interesses?
Pode patrocinar portais pró-governo pagando um valor quase 10 vezes maior por clique do que os 'convencionais'?
Pode tentar de todas as maneiras impedir o avanço da operação Lava-Jato?
Pode se omitir enquanto opositores em países vizinhos são presos sem grandes justificativas?
Pode aumentar os impostos e juros para ''tampar'' os rombos provocados pela corrupção desenfreada e pelo aparelhamento estatal?
Podem convocar o MST como forma de resposta e combate aos protestos de pessoas pacificas?
Podem fazer o que querem com as estatais e depois acusar terceiros da crise?

Finalizando, Juca Kfouri pisoteia a inteligencia de seus leitores em seus textos políticos, onde claramente prefere criar uma 'Guerra de classes' para omitir o desastroso governo ao qual defende com unhas e dentes junto com seus companheiros de ESPN.

Sem grandes dificuldades, Flamengo vence o Friburguense por 2 a 0 e volta ao G-4

Flamengo 2 x 0 Friburguense
 O Flamengo entrou em campo na tarde deste sábado fora da zona de classificação para às semifinais do Campeonato Carioca, pela frente um verdadeiro freguês(que nunca o derrotou) e caminho livre para voltar ao G-4. O Friburguense não conseguia vencer a três partidas, também sem marcar gols, e não foi contra o Rubro-negro carioca que o Tricolor da Serra se recuperou de sua fase negativa.

Jogo tranquilo no Engenhão, os primeiros quarenta e cinco minutos de partida não saíram do controle flamenguista, com exceção de uma bola na trave logo no incio. Os comandados de Luxemburgo dominaram o setor ofensivo com jogadas rápidas entre Marcelo Cirino, Gabriel, Eduardo da Silva e Pará, assumindo definitivamente o lado direito que era de Léo Moura.

Aos seis minutos, Pará cruzou pela direita na entrada da área e Marcelo Cirino apareceu atrás da marcação para balançar às redes. No segundo gol Rubro-negro, aos trinta e dois minutos, Gabriel fugiu da marcação pelo meio de campo e passou para Marcelo Cirino arrancar e marcar seu segundo gol frente-a-frente com o goleiro do Friburguense. Foi apenas 2 a 0 até o intervalo, e poderia ser mais, ainda falta um meio de campo para ''pôr um cérebro'' na alta velocidade do ataque flamenguista.

Já na segunda etapa, o Flamengo entrou em campo mais tranquilo e sem a necessidade de se arriscar, o Friburguense acabou aceitando o estilo do jogo adversário e não ameaçou o placar. Com o resultado, o Fla assume a vice-liderança da competição com os mesmos 17 pontos do Vasco da Gama, que tem um jogo a mais. O líder é o Botafogo com 19. O próximo compromisso do Flamengo é diante do Volta Redonda no Maracanã, a partida acontecerá na quarta-feira às 22h.

A volta do mata-mata no Campeonato Brasileiro pode estar mais próxima do que pensávamos


 A discussão Mata-Mata vs Pontos Corridos nunca esteve tão próxima de uma vitória do 'antigo modelo'. Se antes os pontos corridos eram predominantes por vitórias no W.O, já que os defensores do Mata-Mata pareciam se esconder e não fazerem a minima questão de defender suas ideias para o formato da competição, agora a coisa mudou. Passaram-se mais de 10 anos do Campeonato Brasileiro no atual formato até aparecer Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, que foi o primeiro a levantar esta bandeira e conseguir, enfim, por o assunto de volta a pauta. E agora, como publica a Folha de São Paulo, ele não esta mais sozinho e tem a maioria dos clubes da elite do futebol brasileiro ao seu lado.

A mudança na fórmula do campeonato já pode acontecer para a edição de 2016 da competição. A proposta apresentada pelo Grêmio, é de um torneio em que se mantenham as 38 rodadas, e turno e returno, que temos hoje disputadas por pontos corridos, com classificados para as Copas Sul-Americana e Libertadores, mas com a inclusão de jogos eliminatórios na reta final do Campeonato Brasileiro para poder conhecer o campeão. Alguns clubes preferem que apenas haja um confronto entre primeiro e segundo colocado e outros preferem semifinais entre os quatro primeiros.


"O formato com mata-mata tem emoção, é mais agradável e desperta o interesse do público", afirma Modesto Roma Jr., presidente do Santos defendendo a ideia. A CBF não pretende se posicionar para algum dos lados e já afirmou que a decisão fica na mão dos clubes.

"Nossa posição é a dos clubes, seja qual for. Mas não tenho a impressão de que há um movimento organizado para mudar. Não fui procurado sobre isso", declarou Marcelo Campos Pinto, diretor de esportes da TV Globo, que detém o direito de transmissão.

As Organizações Globo estão divididas quanto o assunto, ainda segundo a reportagem da Folha, pois enquanto a TV Globo sobre com baixa audiência em seu principal(e caro) produto, os canais a cabo como SporTV e o Premiere(pay-per-view) preferem o atual formato devido a venda dos pacotes. E é por este motivo que o projeto do Grêmio parece agradar a ambos, já que terá a manutenção das 38 rodadas, o que também agrada os canais por assinatura.

O primeiro a levantar a questão do mata-mata recentemente não foi o presidente do Grêmio e sim o presidente da Federação Baiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues, que não teve grande força e repercussão pela sua ideia mais radical de eliminar os pontos corridos e dividir 24 participantes(quatro a mais do que no formato atual) em dois grupos, depois acontecer às oitavas, quartas e semifinais até chegar a final.

Os principais 'parceiros' de Romildo Bolzan Jr. em seu projeto são o santista Modesto Roma Júnior e Eurico Miranda, do Vasco, que assim como na Federação Carioca tem influência na CBF. Querem a volta dos pontos corridos(como você pode ver na acima): Chapecoense, Fluminense, Goiás, Joinville, Grêmio, Ponte Preta, Santos, Vasco, Corinthians, Atlético-MG e Palmeiras, ou seja, a questão está ficando mais madura e o desenrolar desta história promete. Já o Atlético-PR, Avaí, Cruzeiro, Internacional e São Paulo são contra a volta do mata-mata e querem a permanência da formula atual. Ficaram 'em cima do muro', pois ainda não tem opinião formada sobre o assunto: Coritiba, Figueirense, Flamengo e Sport.

E ai, o que você acha sobre a possível volta do mata-mata?

Apesar de Robinho e Souza, Dunga apresenta uma lista coerente para os amistosos diante da França e do Chile


 Nesta quinta-feira, Dunga anunciou sua lista de convocados para os amistosos da Seleção Brasileira diante da França e do Chile, que acontecerão nos dias 26 e 29 de março, respectivamente. Entre os 23 jogadores, cinco atuam no Brasil, entre eles os goleiros Jefferson e Marcelo Grohe, os volantes Elias e Souza, e também o atacante Robinho. Destes citados questiono a presença do volante são-paulino, este que não vem apresentando futebol para estar nesta lista, ainda mais quando estão presentes jogadores que fazem função semelhante no elenco.

Robinho pode ser importante para este trabalho de Dunga visando a preparação dos jogadores mais inexperientes com a amarelinha para Copa de 2018, ''em minha lista ideal'' para a Seleção, Robinho não estaria lá, mas entendo a sua presença na lista. Já Diego Tardelli terá que começar a provar destes próximos dois amistosos se irá conseguir atuar em alto nível mesmo jogando no futebol chinês.

Veja a lista de convocados:

Goleiros: 
Jefferson (Botafogo)
Marcelo Grohe (Grêmio)
Diego Alves (Valencia)

Zagueiros: 
David Luiz (Paris Saint-Germain)
Marquinhos (Paris Saint-Germain)
Thiago Silva (Paris Saint-Germain)
Miranda (Atlético de Madrid)

Laterais:
Fabinho (Monaco)
Marcelo (Real Madrid)
Filipe Luís (Chelsea)
Danilo (Porto)

Meio-campistas: 
Luiz Gustavo (Wolfsburg)
Fernandinho (Manchester City)
Elias (Corinthians)
Souza (São Paulo)
Oscar (Chelsea)
Roberto Firmino (Hoffenheim)
William (Chelsea)
Philippe Coutinho (Liverpool)

Atacantes: 
Diego Tardelli (Shandong Luneng)
Robinho (Santos)
Douglas Costa (Shakhtar Donetsk)
Neymar (Barcelona).

O adeus de um ídolo! Léo Moura se despede do Flamengo após dez anos


 Apenas um amistoso diante do Nacional do Uruguai não é suficiente para homenagear o tamanho de Léo Moura para a história do Flamengo! Até entendendo as criticas ao seu futebol apresentado nas últimas temporadas, porém a torcida entendeu que uma história de dez anos defendendo um escudo não pode ser desprezada ou mesmo diminuída, ainda mais quando este participou das conquistas mais importantes do clube durante sua passagem e ainda foi o capitão e importante líder da equipe.

Na noite desta quarta-feira, Leonardo da Silva Moura entrou em campo pela última vez com a camisa do Flamengo, e ajudou o Fla a vencer por 2 a 0 o time uruguaio. O lateral direito teve a honra de ser homenageado pelo seu ídolo, o maior do clube, aquele que o inspirou a defender as cores vermelho e preto. Zico estava no Maracanã assim como em sua famosa foto a décadas atrás.

Aos 36 anos, Léo Moura entrou em campo 519 vezes com a camisa do Flamengo, foram 47 gols e oito títulos conquistados, entre eles: Campeonato Brasileiro (2009), Copa do Brasil (2006 e 2013) e Carioca (2007, 2008, 2009, 2011 e 2014). O jogador ainda é o sétimo com mais atuações na história do clube.

O amistoso foi às 22h de uma quarta-feira, e mesmo assim 30.620 torcedores rubro-negros foram ao Maracanã para dar adeus ao jogador, que vai jogar nos Estados Unidos, mais especificamente no Fort Lauderdale Strikers. Em uma época em que os ídolos do futebol brasileiro saem muito cedo do país ou mesmo aceitam a primeira proposta após se destacar durante apenas um ano, temos que valorizar jogadores como Léo Moura, que chegou a vestir a camisa da Seleção Brasileira e recusou propostas do exterior para permanecer em seu time de coração.


Veja os melhores momentos de Léo Moura com a camisa do Flamengo:

Trio de ataque brilha, Barcelona vence o Villarreal por 3 a 1 e chega a final da Copa do Rei

Villarreal 1 x 3 Barcelona
 Não deu para o Villarreal! O time até teve um fio de esperança diante de sua torcida, porém os gols de Neymar e Suárez acabaram com a festa e decretaram a já esperada classificação do Barcelona para a final da Copa do Rei da Espanha. Os comandados de Luis Enrique enfrentam o Athletic Bilbao na final, este que eliminou o Espanyol.

Após o 3 a 1 no jogo de ida, o Villarreal não entregou o confronto e até fez um bom inicio de partida, assuntando o time visitante e pressionando-os na saída de bola. Porém a empolgação acabou resultando em muitos espaços para o Barça, e como você já sabe, é algo muito perigoso de se deixar acontecer. Contra-ataque rápido e Suárez tocou para Messi, e o argentino cruzou para Neymar se antecipar a Asenjo e abrir o placar. Apenas três minutos de jogo e o confronto já estava praticamente definido e o Villarreal sentiu o 'baque'.

Com a força da torcida, o time voltou a partida e até empatou o jogo, com o gol de Jonathan dos Santos, aos trinta e nove minutos do primeiro tempo. Na etapa complementar o time não voltou com a mesma força do inicio da partida, e com a expulsão de Pina, aos dezenove minutos, a situação ficou insustentável. Novo contra-ataque e Suárez recebeu lançamento de Mascherano, o uruguaio driblou o goleiro e marcou o segundo do time catalão.

Já com a classificação nas mãos, Neymar aproveitou para fechar o caixão do 'Submarino Amarelo', com um gol de cabeça aproveitando a marcação frouxa na defesa adversária. Antes da final da Copa do Rei, o Barcelona terá tempo para se dedicar a Uefa Champions League e ao Campeonato Espanhol.

Diante de sua torcida no Mineirão, Cruzeiro não sai do 0 a 0 contra o Huracán e acumula segundo empate


 O Cruzeiro perdeu diversos jogadores titulares, o time é praticamente todo novo e o técnico Marcelo Oliveira visivelmente ainda terá muito trabalho pela frente para arrumar o elenco, que neste inicio de temporada ainda não inspira muita confiança. Após empatar sem gols com o Universitário de Sucre na Bolívia em sua estreia, o time Celeste recebeu o Huracán no Mineirão com a esperança de conquistar a primeira vitória no torneio sul-americano, mas não deu e mais uma vez o 0 a 0 não saiu do placar.

Os argentinos do Huracán não vão nada bem no torneio nacional, amarga apenas a décima oitava colocação e só chegou a esta Libertadores da América 2015 após a conquista da Copa da Argentina, pois estava na segunda divisão. Além de tudo isto o Cruzeiro dominou o jogo, teve as melhores chances, ficou mais tempo com a bola, mandou bola na trave e também teve gol anulado de maneira equivocada mas não condenável, pois o lance era complicado. Apesar destes fatores, não foi fácil balançar as redes do time argentino, faltou paciência e criatividade para os donos da casa saírem com a vitória, talvez tentar lances de habilidade na entrada da área, como fez De Arrascaeta, e chutar mais vezes de fora da área, como fez Judivan, poderia facilitar a batalha contra a defesa do Huracán.

Em boa parte dos 90 minutos de partida, o penta-campeão argentino se limitou a segurar o jogo e tentar surpreender num contra-ataque, mas sem fazer grande esforços em contruí-lo, somente em amarrar a partida e conseguir sair de Belo Horizonte pontuando. As chances do Huracán só vieram no segundo tempo, quando o Cruzeiro dava mais espaços pela necessidade da vitória.

Com o empate, o Cruzeiro conquista seu segundo ponto em duas partidas na Libertadores e ocupa a terceira colocação do Grupo 3, com a mesma pontuação do Huracán e dois pontos a menos que o líder da chave, Universitario Sucre. A lanterna fica com o Mineros da Venezuela, com apenas um ponto, e que será o próximo adversário dos comandados de Marcelo Oliveira na competição, na quinta-feira 19/03, no estádio CTE Cachamay. Antes o time tem compromissos pelo Campeonato Mineiro, no próximo final de semana terá clássico contra o Atlético-MG no Mineirão.

''O STJD é o órgão mais abjeto e nojento do mundo", dispara dirigente gremista


 Em decisão do STJD na última sexta-feira, foi arquivado o processo que investigava Ricardo Graiche, um de seus auditores que foi acusado de postar injúrias racistas no seu Facebook. O mesmo auditor condenou o Grêmio no ano passado pelo conhecido caso da exclusão da Copa do Brasil. Após o auditor sair impune, o diretor jurídico gremista, Nestor Hein, afirmou que deverá comparecer ao tribunal carregando um prendedor nasal por causa de seu "mau cheiro" e por ser um órgão ''abjeto e nojento''.

"Vou ter de comparecer com um prendedor nasal em virtude de seu mau cheiro. Não temos força contra o teatro que são aqueles julgamentos. É o órgão mais abjeto e nojento do mundo", declarou Nestor Hein ao site ESPN.com.br.

"O Grêmio foi julgado, apedrejado pelas pessoas e viu sua torcida ser estereotipada até mesmo em horário nobre. Agora, fazem isso em uma ação de compadres - ou ‘compadrio', como falam aqui em Porto Alegre. É horrível trabalhar com essa gente, com esse Paulo Schmidt (procurador-geral do STJD), corajoso apenas com os clubes de menor força política, mas, salvo exceções, temos que viver com essas figuras lamentáveis", completou.

No julgamento da última sexta-feira, seis auditores participaram e três deles absolveram Ricardo Graiche, enquanto os outros três votaram apenas por uma ''advertência''. Na avaliação do presidente do STJD, Caio César Rocha, os empates nos votos devem favorecer o réu, e assim Graiche foi absolvido.

Graiche pediu afastamento do tribunal no ano passado, após a imensa repercussão negativa de suas postagens. Os auditores consideraram o tempo de licença solicitado como uma punição suficiente para o caso.

"Devemos imaginar o seguinte: na tranquilidade de seu lar, o sujeito mexe com uma criança negra e um homem negro sem estar sendo assediado por ninguém. Teríamos de fazer toda uma reflexão. Mas esse é um tribunal hipócrita", concluiu Nestor Hein à ESPN.

Para deixar os jogadores brasileiros com inveja! Veja o ''teatro'' de Oleksandr Noyok


 Oleksandr Noyok, anote este nome ucraniano que você poderá ver daqui a algum tempo em alguma série de TV ou mesmo em algum filme, pois mostrou um grande ''talento'' tentando fingir uma lesão na partida entre Metallurg Donetsk e Karpaty Lviv, pelo Campeonato Ucraniano.

Noyok defende o Metallurg, e já no final da partida caiu no gramado e começou a se debater para todos os lados de uma mameira estranha e muito cara de pau. Após ninguém prestar muita atenção em seu teatro, o jogador se levantou como se nada tivesse acontecido e continuou o jogo. A partida acabou empatada por 1 a 1... Quando pensar que nenhum outro jogador faz mais teatro que os brasileiros, lembre-se do ucraniano Oleksandr Noyok.

Veja a grande atuação abaixo:


Brasileirão 2015 já começa com São Paulo x Fla, Cruzeiro x Corinthians e Palmeiras x Galo, veja a tabela completa


 Nesta segunda-feira foi divulgada a tabela completa do Campeonato Brasileiro 2015, e com jogos de peso já na primeira rodada e com uma última rodada mais 'morna', ainda continuamos ''órfãos'' dos ótimos clássicos na última rodada, que davam o minimo de emoção para partidas na reta final que não valiam muita coisa. Em reunião na sede da CBF, também foi definido que o atraso de salários pode resultar em perda de pontos na competição. Os jogadores poderão recorrer também a Justiça Desportiva por esta falta de pagamento, não só a Justiça comum como anteriormente.

O Cruzeiro, atual bi-campeão brasileiro, irá começar sua caminhada em busca do tri contra o Corinthians, que foi uma pedra no sapato no ano de 2014; Já o São Paulo, vice-campeão brasileiro em 2014, estreia contra o Flamengo no Morumbi; O Internacional, terceiro colocado, mede forças diante do Atlético-PR na Arena da Baixada; De volta a elite do futebol brasileiro, o Vasco incia sua caminhada recebendo o Goiás em São Januário. O campeão da Série B 2014, o Joinville, enfrenta o Fluminense fora de casa. Também teremos nada mais que um Palmeiras x Atlético-MG na Allianz Parque, Grêmio x Ponte Preta na Arena, Avaí x Santos na Ressacada, Sport x Figueirense na Ilha do Retiro e Chapecoense x Coritiba na Arena Condá.

As partidas da primeira rodada serão disputadas nos dias 9 e 10 de maio, e os horários ainda não estão definidos pois dependem da TV.

Abaixo você pode conferir as três primeiras e a última rodada, clicando no link poderá ver todas em PDF ''oficial'' da CBF.


1ª rodada (09/05 e 10/05)
São Paulo x Flamengo
Palmeiras x Atlético-MG
Fluminense x Joinville
Vasco x Goiás
Grêmio x Ponte Preta
Cruzeiro x Corinthians
Avaí x Santos
Atlético-PR x Internacional
Sport x Figueirense
Chapecoense x Coritiba
2ª rodada (16/05 e 17/05)
Corinthians x Chapecoense
Santos x Cruzeiro
Ponte Preta x São Paulo
Flamengo x Sport
Internacional x Avaí
Atlético-MG x Fluminense
Figueirense x Vasco
Coritiba x Grêmio
Goiás x Atlético-PR
Joinville x Palmeiras
3ª rodada (23/05 e 24/05)
São Paulo x Joinville
Palmeiras x Goiás
Fluminense x Corinthians
Vasco x Internacional
Grêmio x Figueirense
Cruzeiro x Ponte Preta
Avaí x Flamengo
Atlético-PR x Atlético-MG
Sport x Coritiba
Chapecoense x Santos


38ª rodada (06/12)
Corinthians x Avaí
Santos x Atlético-PR
Ponte Preta x Sport
Flamengo x Palmeiras
Internacional x Cruzeiro
Atlético-MG x Chapecoense
Figueirense x Fluminense
Coritiba x Vasco
Goiás x São Paulo
Joinville x Grêmio

Veja a tabela completa clicando AQUI