Blog do Celino Neto

Diego Tardelli marca duas vezes, Jefferson para Messi e Brasil vence a Argentina por 2 a 0

1 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 1 Flares ×
Brasil 2 x 0 Argentina

 Superclássico das Américas na China, comemoração de 100 anos desde o primeiro confronto entre a Seleção Brasileira e a Argentina, o Dunga cumpriu sua filosofia e prioridade, ”vencer é muito mais importante que convencer”, ainda mais contra um rival histórico. Os holofotes estavam voltados para a dupla do Barcelona, Neymar de um lado e Messi do outro, porém os destaques da partida atuam aqui mesmo em terra brasileira… O atacante Diego Tardelli e do goleiro Jefferson garantiram a vitória da seleção, o primeiro marcou os dois gols da partida e o segundo defendeu uma penalidade cobrada por Lionel Messi que poderia mudar o rumo da partida.

As propostas de jogo eram claras desde os primeiros minutos, a Argentina mantinha a posse de bola e o Brasil tentava emplacar contra-ataques, o grande problema é que num momento da partida os comandados de Tata Martino dominavam com mais de 70% de posse de bola e ainda finalizavam mais. O contra golpe brasileiro não funcionava e mostrava um futebol digno de preocupação, mas aos vinte e sete minutos da primeira etapa, Diego Tardelli mandou para as redes.

Após abrir o placar, a Seleção Brasileira começou a encontrar os espaços na defesa argentina, criou mais oportunidades e passou a dominar. Antes do intervalo, o fraco juiz chinês Fan Qui viu penalidade, esta inexistente, do lateral direito Danilo em Di Maria. Lionel Messi foi para a cobrança e o goleiro Jefferson foi buscar.

Nos últimos quarenta e cinco minutos de partida, o desequilibrado e irritado Dunga mostrou porque é imune a Argentina, conseguiu arrumar o time com os mesmo jogadores do primeiro tempo e passou a gostar do jogo.

Com uma seleção visivelmente melhor na partida, o Brasil neutralizou as investidas ofensivas do rival e ainda foi eficiente no ataque, aos dezoito Diego Tardelli ampliou de cabeça. A partida esteve longe de ser espetacular, porém se quiser vencer a Argentina num começo de trabalho, e com estes jogadores, não existe muitas maneiras disponíveis. Dunga conseguiu armar um bom time dentro de campo, fora dele o treinador voltou a ‘procurar briga’ e reclamar a todo instante… No final da partida, já com os 2 a 0 encaminhado, o treinador chegou a apontar para o nariz e dizer que o massagista da Argentina ”é igualzinho”, momento pra lá de desnecessário.

Já ia esquecendo, o Superclássico das Américas vale troféu, como você pode ver abaixo… Títulos este importante para um incio de trabalho, dá confiança aos jogadores e comissão técnica, mas a torcida precisa colocar os pés no chão, pois não torna a Seleção Brasileira espetacular.

(Visited 92 times, 1 visits today)

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

1 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 1 Flares ×