Blog do Celino Neto

Atlético-MG vence o Cruzeiro por 1 a 0 no Mineirão e conquista a Copa do Brasil

1 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 1 Flares ×
Cruzeiro 0 x 1 Atlético-MG

O Atlético-MG é eliminado da Libertadores da América 2014 pelo Nacional de Medellín, o recém-contratado Levir Culpi chegou ao time para tentar salvar o atual campeão da América após Paulo Autuori deixa-lo jogando um futebol que ‘não era sua cara’. Diego Tardelli se desentendeu após o jogo da eliminação com seu comandante… Naquele momento poucos tinham esperança que o Galo ainda iria conquistar algo em 2014, parecia um ano perdido, somente parecia.

Mas havia pela frente a Recopa Sul-Americana, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. Diante do campeão da Sul-Americana 2013 os jogadores atleticanos fizeram seu primeiro ‘milagre’ nas mãos de Levir Culpi, situações estas que pareciam ser exclusivas do time de Cuca. Primeiro jogo da final e o Atlético-MG venceu o time do Lanús em pleno estádio La Fortaleza, 1 a 0. Jogo decisivo no Mineirão e um 3 a 2 para os argentinos no tempo normal, prorrogação e a partida terminou 4 a 3 para os visitantes, Galo campeão da Recopa.

Campeonato Brasileiro e uma boa campanha, sempre ‘namorando’ com o G-4 mas na reta final dividindo atenção com a Copa do Brasil, este o grande foco desta postagem… O Atlético-MG entrou na competição nacional nas oitavas, quando enfrentou o Palmeiras e conseguiu eliminar o alviverde comandado por Ricardo Gareca e Alberto Valentim(o argentino foi demitido antes do segundo confronto) sem grandes dificuldades, um 1 a 0 no Pacaembu e o 2 a 0 no Independência.

Quartas de final e outro grande adversário, desta vez o Corinthians, e o segundo grande milagre do Clube Atlético Mineiro. Jogo de ida e o alvinegro paulista venceu por 2 a 0, toda a imprensa já noticiava que a semifinal seria entre ”As duas maiores torcidas do Brasil”, Mano Menezes até fez uma famosa ‘dancinha’ após a conquista… Não esperavam a volta do ‘Eu acredito’, aquela frase que embalou a conquista da América em 2013. Jogo de volta e o 4 a 1, um jogo de ataque contra defesa com o gol de Edcarlos no último minuto de partida, dramático para os corintianos e festa para os atleticanos, o próximo adversário seria um velho rival.

Flamengo foi o adversário nas semi-finais, do outro lado da chave todos já viam uma possibilidade de uma final entre Galo e Cruzeiro, ainda difícil, pois os times teriam pela frente o rubro-negro carioca e o Santos, que tem camisas pesadas. Jogo de ida no Maracanã lotado e o Flamengo venceu por 2 a 0, Victor salvou o que poderia ser um placar mais elástico. Jogo de volta e a missão que era difícil ficou ainda pior, pois assim como o Corinthians o Flamengo também marcou no primeiro tempo, mas o jogo foi para o intervalo com o placar empatado.

Mais uma vez ataque contra defesa e um novo 4 a 1, desta vez ainda mais saboroso, pois eliminou seu segundo grande rival… Na final iria enfrentar o Cruzeiro, seu grande rival.

Cruzeiro e Atlético iriam fazer o clássico mineiro mais importante de toda a história. Isto pois na Copa União de 1987, o Internacional eliminou o Cruzeiro em uma semifinal e o Flamengo eliminou o Atlético-MG… Então pela primeira fez os times decidiram uma taça de tamanho nacional, além das divisas estaduais.

Jogo de ida e o Atlético-MG dominou as ações do jogo, fez do Independência sua fortaleza e conseguiu uma vitória por 2 a 0 diante do Cruzeiro.

Jogo de volta e uma enorme dúvida… ”O Cruzeiro iria conseguir repetir o feito de seus rivais atleticanos e reverter um 2 a 0?” ou ”O Atlético-MG iria repetir o feito de seus rivais cruzeirenses para segurar um bom resultado feito na primeira partida?”. O palco foi o Mineirão, que de forma triste não esteve totalmente lotado, pois resolveram cobrar 1.000 reais na parte inferior (a frente das câmeras de transmissão), um tiro no pé. O que não tirou o encanto da festa feita por torcedores cruzeirenses e atleticanos.

Primeiro tempo e o Atlético-MG conseguiu dominar o jogo e sufocar o Cruzeiro. Os campeões brasileiros até tentavam administrar a partida, porém não conseguiam, esbarrando em velozes saídas de bola e contra-golpes perigosos. Os comandados de Marcelo Oliveira até chegavam frente a frente com Victor, porém desperdiçavam com chutes ruins, este é o caso de Ricardo Goulart e Marcelo Moreno. Diego Tardelli também desperdiçou oportunidades assim como o argentino Dátolo.

Aos quarenta e sete do primeiro tempo, Tardelli marcou o gol da vitória alvinegra. Segundo tempo e o Atlético-MG fez o que o Corinthians e o Flamengo gostariam de ter feito, administrou o resultado ‘fora de casa’. E o time conseguiu, dominou o campeão brasileiro e não perdeu para o mesmo em todo o ano de 2014. Venceu e conquistou um dos títulos mais importantes de sua história… Talvez estes são os seis meses mais emocionantes da história do clube, onde o time conseguiu fazer milagres e conquistar dois títulos.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

1 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 1 Flares ×