Blog do Celino Neto

Palmeiras permanece na Série A… Torcida pode comemorar, Paulo Nobre precisa trabalhar

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Em oito minutos da tarde deste domingo o Palmeiras estava rebaixado para a Série B, mais especificamente das 17h16 às 17h24, momento em que o Atlético-PR havia aberto o placar aos nove do primeiro tempo, com Ricardo Silva de cabeça, e o Bahia vencia o Coritiba por 1 a 0, gol de Henrique… Mas outro Henrique, também atacante, igualou o marcador de penalidade para o alviverde paulista. Infração marcada pelo árbitro de linha de fundo, foi polêmico pois existe a discussão da nova regra, que no tenso momento do torcedor palmeirense não importou.

Apesar de contundido, Valdivia entrou em campo e conseguiu ser o segundo melhor jogador em campo, criava jogadas ofensivas mesmo sem conseguir correr. O meia chileno foi o segundo melhor pois debaixo das traves estava Fernando Prass, este que salvou o time em diversas oportunidades.

Com o empate, a preocupação deixou de ser o Bahia e passou a ser o Vitória, que jogava com o Santos no Barradão e precisava de um trinfo para ultrapassar o time paulista. E a tensão continuou até após o árbitro apitar o fim de partida no Allianz Parque.

Aos quarenta e nove do segundo tempo da partida no Barradão, a torcida palmeirense estava tensa e não sabia o que fazer, pois um gol do Vitória rebaixava o Palmeiras. Mas Thiago Ribeiro abriu o placar para o Santos e fez a torcida alviverde comemorar. O Verdão continua na elite do futebol brasileiro.

O centenário palmeirense foi péssimo, foram três técnicos com características totalmente diferentes e a perda de jogadores importantes. O presidente Paulo Nobre precisa começar a agir, pois em suas entrevistas sempre é muito convincente e passa uma imagem de bom dirigente, porém até agora não convenceu.

Desde que assumiu o clube, o Palmeiras perdeu três jogadores que poderiam mudar o cenário do time neste campeonato brasileiro. O argentino Barcos, foi transferido para o Grêmio; O zagueiro Henrique, que foi para o Napoli e por fim Alan Kardec, foi para o São Paulo… Chegou o centroavante Henrique, que se deu muito bem, porém os argentinos: Tobio, Allione, Mouche e Cristaldo, não renderam o esperado; Também chegaram os péssimos Bruno César e Lúcio, além de França e Bernardo, que não produziram absolutamente nada.

Paulo Nobre precisa repensar as suas ‘estrategias’, tem um discurso convincente, porém também precisa agir convincentemente. Em 2014 não conseguiu montar um time minimamente competente para o centenário e irá precisar retribuir a confiança por sua reeleição em 2015.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×