Blog do Celino Neto

Barcelona perde chance de ”definir” o confronto, mas vence o Manchester City por 2 a 1 pela Champions

14 Flares Facebook 0 Twitter 13 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 14 Flares ×
Manchester City 1 x 2 Barcelona

 No repeteco das oitavas de final da temporada passada da Uefa Champions League, o Barcelona venceu o Manchester City por apenas 2 a 1 no Ethiad Stadium. ”Apenas” pois os comandados de Luis Enrique tiveram uma primeira etapa tranquila, onde poderiam ate golear, e também uma chance de pênalti nos últimos segundos de jogo.

Sempre que o Barça enfrenta o City, o ”sonho” do time inglês em repetir os momentos de sucesso dos catalães vem a tona e é destacado pela imprensa. Na temporada 2013/2014, tanto no jogo de ida quanto no de volta, o time de Manchester pareceu respeitar muito seu adversário e acabou eliminado, e mais uma vez com seu sonho de chegar às quartas de final da Champions despedaçado. 
Nesta temporada foi/é a chance de mostrar que o City não ”treme” quando vê sua ”inspiração”… Terá que mostrar no jogo de volta, no Camp Nou, que pode eliminar Messi e CIA jogando de igual para igual, pois nesta terça-feira o time mais uma vez mostrou fragilidade.
Os quarenta e cinco minutos iniciais do Manchester City foram fraquíssimos, o time esperava muito o Barça tomar suas decisões dentro de campo e não tentava se impor diante de sua torcida. 
O Barcelona aproveitou e com Lionel Messi com uma função diferente, o craque argentino não estava em sua posição habitual, do meio para os lados de campo livre e também como um chamado ”falso nove”, e sim como uma espécie de volante. Em alguns momentos teve a tarefa de ir buscar a bola na defesa e mandar o centroavante uruguaio Luis Suárez resolver lá na frente, onde estava num momento inspirado ao lado do apagado Neymar.

O atacante brasileiro ate tentava, mas estava num dia ruim, suas jogadas individuais não surtiam efeito e poucos de suas participações foram importantes na equipe. Neymar evoluiu muito em sua segunda temporada com a camisa do Barcelona, porém ainda mostra problemas em procurar brilhar sem ser o protagonista que é na Seleção Brasileira.

Aos quinze minutos do primeiro tempo, Luis Suárez contou com a sobra de bola após dividida com o zagueiro Kompany e estufou às redes do goleiro Hart com um belo chute. Suárez ampliou aos vinte e nove minutos, calando às vaias que tomavam conta do estádio cada vez que o atacante tocava na bola(por conta de sua passagem pelo Liverpool).
O inicio de segundo tempo mostrava um Manchester City diferente, mais ofensivo, dedicado e ligado dentro de campo. Às chances começaram a aparecer e Dzeko perdeu uma chance de ouro para o time da casa… O gol saiu aos vinte e três do segundo tempo, boa roubada de bola do francês Clichy, David Silva foi inteligente e deixou a bola para Sergio Aguero, domina-la e finalizar com sua precisão característica para o fundo das redes. Uma oportunidade fantástica para buscar o empate se menos de dez minutos depois, o mesmo Clichy que roubou a bola e começou a jogada do gol não fosse expulso de campo pelo segundo amarelo.

A partida voltou para às mãos do Barcelona, com um jogador a mais o time trocava passes e esperava uma chance indispensável para definir não só a partida como também o confronto, pois seria difícil um 3 a 0 do City fora de casa na partida de volta. E essa chance apareceu nos últimos minutos de acréscimo, Lionel Messi sofreu penalidade e foi para cobrança, o argentino parou numa ótima defesa do goleiro inglês Hart e no rebote, de cabeça, novamente desperdiçou. 

A torcida do City foi a loucura, e com razão, o pênalti perdido por Messi foi uma nova chance para os Citizens mostrar que não ‘amarelam’ quando vêem o Barça. Esta nova oportunidade para o Manchester City será no dia 18 de Março, no Camp Nou.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

14 Flares Facebook 0 Twitter 13 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 14 Flares ×