Blog do Celino Neto

A ”Propina das propinas” na ”Copa das copas”? O Mundial parece não ter saído ileso da corrupção brasileira

38 Flares Facebook 5 Twitter 32 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 38 Flares ×

 Em tempos de crise, o Brasil tem mais um escândalo de corrupção para pôr em sua extensa e vergonhosa prateleira. Nesta segunda-feira, o Ministério da Justiça solicitou ao Corregedoria-geral da União (famoso CGU) uma abertura de auditoria para apurar as suspeitas de que a empresa alemã Bilfinger pagou propina a servidores e estatais no país para assim conseguir vantajosos contratos na Copa do Mundo de 2014. A empresa alemã de engenharia também afirmou estar investigando uma denúncia interna sobre o pangamento de propina.

A denúncia foi levantada recentemente pelo jornal alemão “Bild”, onde foi afirmado que a Bilfinger desembolsou 20 milhões de euros de propina (cerca de 70 milhões de reais). O resultado dos ”favores” foi conseguir contratos com o governo brasileiro por cerca de 21,2 milhões de reais em 2014. A Bilfinger presta serviços em território brasileiro para Petrobras (esta envolvida em escândalos monstruosos), Agência Nacional do Petróleo, Senado Federal e Anatel.

O valor recebido pela empresa alemã foi de 13 milhões de reais pelo fornecimento de 1,5 mil monitores e software para o Centro Integrado de Comando e Controle da Copa do Mundo. Segundo toda a propaganda que girava em torno da Copa, este sistema era considerado um dos principais ”legados”, pois permitia a centralização da operação de segurança.

A Bilfinger confirmou que empregados estão sob suspeita de terem pagado propinas no Brasil para ficar com os contratos, mas sugere que os valores seriam menores que aqueles revelados pelo ”Bild” e apenas incluiriam um contrato de 6 milhões de euros.

“A Bilfinger recebeu informações internas no ano passado indicando que pode ter havido violações nos regulamentos de ética do grupo a respeito do fornecimento de monitores para os centros de segurança em grandes municípios brasileiros. A empresa imediatamente abriu uma completa investigação sobre o caso. A denúncia está ligada à suspeita de pagamento de propinas por parte de funcionários da Bilfinger no Brasil a funcionários públicos e funcionários de empresas estatais”, declarou a empresa em nota.

Em resposta as denúncias do ”Bild”, em que funcionários da Fifa também estariam envolvidos no esquema de propina, a entidade se defendeu afirmando não ser de sua responsabilidade e que tais medidas de segurança eram organizadas pelo Comitê Organizador da Copa, ao lado do governo brasileiro. “Nem a Fifa nem seus empregados estiveram envolvidos em contratos de cidades-sedes ou do governo federal”.

Enfim, após tanta propaganda estatal em torno da Copa do Mundo, a competição vem se mostrando um fracasso fora de campo, pois não trouxe os benefícios prometidos a população, muitos estádios se tornaram os chamados ”Elefantes brancos”, outros terão que ainda passar por reforma e ainda deixa ”de saldo” uma dívida imensa como o do Estádio Mané Garrincha(Brasilia), que não deverá ser pago em menos de mil anos. Se essa foi a Copa das Copas não quero imaginar as outras.

#CopadasCopas mesmo?
(Visited 95 times, 1 visits today)

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

38 Flares Facebook 5 Twitter 32 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 38 Flares ×