Blog do Celino Neto

”O STJD é o órgão mais abjeto e nojento do mundo”, dispara dirigente gremista

25 Flares Facebook 0 Twitter 24 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 25 Flares ×

 Em decisão do STJD na última sexta-feira, foi arquivado o processo que investigava Ricardo Graiche, um de seus auditores que foi acusado de postar injúrias racistas no seu Facebook. O mesmo auditor condenou o Grêmio no ano passado pelo conhecido caso da exclusão da Copa do Brasil. Após o auditor sair impune, o diretor jurídico gremista, Nestor Hein, afirmou que deverá comparecer ao tribunal carregando um prendedor nasal por causa de seu “mau cheiro” e por ser um órgão ”abjeto e nojento”.

“Vou ter de comparecer com um prendedor nasal em virtude de seu mau cheiro. Não temos força contra o teatro que são aqueles julgamentos. É o órgão mais abjeto e nojento do mundo”, declarou Nestor Hein ao site ESPN.com.br.

“O Grêmio foi julgado, apedrejado pelas pessoas e viu sua torcida ser estereotipada até mesmo em horário nobre. Agora, fazem isso em uma ação de compadres – ou ‘compadrio’, como falam aqui em Porto Alegre. É horrível trabalhar com essa gente, com esse Paulo Schmidt (procurador-geral do STJD), corajoso apenas com os clubes de menor força política, mas, salvo exceções, temos que viver com essas figuras lamentáveis”, completou.

No julgamento da última sexta-feira, seis auditores participaram e três deles absolveram Ricardo Graiche, enquanto os outros três votaram apenas por uma ”advertência”. Na avaliação do presidente do STJD, Caio César Rocha, os empates nos votos devem favorecer o réu, e assim Graiche foi absolvido.

Graiche pediu afastamento do tribunal no ano passado, após a imensa repercussão negativa de suas postagens. Os auditores consideraram o tempo de licença solicitado como uma punição suficiente para o caso.

“Devemos imaginar o seguinte: na tranquilidade de seu lar, o sujeito mexe com uma criança negra e um homem negro sem estar sendo assediado por ninguém. Teríamos de fazer toda uma reflexão. Mas esse é um tribunal hipócrita”, concluiu Nestor Hein à ESPN.

(Visited 59 times, 1 visits today)

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

25 Flares Facebook 0 Twitter 24 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 25 Flares ×