Blog do Celino Neto

Chicharito, o herói improvável do Real Madrid que ”salvou” à Champions do futebol do Atlético

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 No mundo do futebol existem diversas maneiras de se ganhar uma partida, uma vaga e até um título, existem aqueles técnicos que preferem o futebol para frente, ofensivo; Alguns gostam da posse de bola, de não deixa-la com o adversário e assim sofrer menos; E muitos outros gostam daquele futebol amarrado, truncado, e que tentam segurar um grande time na pancada e fazer um gol numa ‘bola vadia’ perdida dentro da área. Particularmente, assim como a grande maioria dos fanáticos por futebol, prefiro aqueles que jogam para frente, que não se amedrontam com o adversário e tentam jogar seu jogo.

O futebol do Atlético de Madrid é ‘explicável’, o time está num campeonato nacional ao lado de nada mais nada menos que Real Madrid e Barcelona, jogar de maneira ofensiva pode parecer suicídio, porém te pergunto, de qual perdedor o torcedor irá se lembrar com mais carinho, do Borussia Dortmund que chegou a final da Champions sem temer adversários e perdeu para o Bayern jogando de igual para igual ou o Atlético de Madrid que também chegou a última partida de competição segurando todos os ‘gigantes’ num jogo truncado e na maioria das vezes violento. Ambos os times não são os maiores em seus países, viveram bons momentos, porém as características e jogadores que buscaram no mercado são para tipos de futebol totalmente diferentes, e nesta disputa digo sem medo que o lembro com mais felicidade em ver o Auri-Negro alemão dando sufoco no Bayern e perdendo de forma digna que o Atlético de Madrid tentando segurar o futebol do Real de todas as maneiras possíveis e acabando goleado.
Não condeno jogar assim, Mourinho muitas vezes abusa deste estilo e é super vencedor, por isto comparei dois times que chegaram a final do campeonato europeu e foram derrotados, são estilos de futebol que podem ser competitivos, e entendo a ‘adoção’ do mesmo, só não sou fã… Enfim, na partida desta quarta-feira, os comandados de Carlo Ancelotti voltaram a vencer os rivais da cidade num jogo que parecia ir para a prorrogação, mas um herói improvável apareceu. Javier Hernández, o centroavante mexicano de 26 anos que estava numa péssima fase com a camisa do Real Madrid e praticamente já dava adeus ao time, marcou o gol da vitória com apenas um toque para o fundo das redes, após receber uma bela assistência de Cristiano Ronaldo.
Torcida merengue cantando feliz num Santiago Bernabéu espetacularmente ‘Blanco’, classificados em busca do décimo primeiro título de Uefa Champions League. Jogando futebol, o Real Madrid consegue sua vaga nas semifinais da Uefa Champions League, e se junta, assim como a Juventus, à Barcelona e Bayern de Munique, em confrontos de gigantes europeus que promete agitar não só e Europa como o mundo do futebol. O sorteio será na próxima sexta-feira às 7h da manhã.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×