Blog do Celino Neto

Juventus segura o empate contra o Real Madrid e chega a final da Champions League

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 O guerreiro time da Juventus está na final da UEFA Champions League! Após uma verdadeira batalha no Santiago Bernabéu, os comandados de Massimiliano Allegri conseguiram segurar o empate por 1 a 1 contra o poderoso Real Madrid, que mesmo melhor tecnicamente pecou muito em sua casa e ficou pelo caminho. O time italiano funcionou conforme era preciso, atacando quando quando lhe sobrava espaço e defendendo quando o Real pressionava.

Desde o incio de partida, a obrigação do resultado era dos donos da casa, que buscavam o gol a todo instante. O primeiro gol da partida foi marcado aos vinte e três minutos da primeira etapa, após uma penalidade pra lá de duvidosa de Chiellini em James Rodriguez. Cristiano Ronaldo foi para a cobrança e converteu sem grande dificuldade.

Com 1 a 0 no placar, o time Merengue conseguia sua vaga na final contra o Barcelona, porém a Juve continuava a jogar com raça, mesmo tecnicamente inferior sua vontade dentro de campo era visível. Se falta o dinheiro e os melhores jogadores do mundo no atual momento do futebol italiano, a Vecchia Signora mostrou uma forma de jogar de igual para igual com as maiores potências do momento… Com sua pesada camisa, a Juve compensa mostrando garra e vontade a cada dividida ou bola perdida.

Aos onze minutos da segunda etapa algo que faz o futebol ser tão apaixonante. Álvaro Morata, atacante espanhol que até junho de 2014 era do Real Madrid, uma cria das categorias de base merengue e super questionado pela imprensa e torcida, marcou o gol do empate e da classificação com a camisa da Juve. Morata já havia marcado no primeiro jogo em Turim, e nesta quarta-feira igualou o marcador após bate-rebate dentro da área e um espaço deixado na defesa do Real Madrid, o espanhol se apresentou entre os zagueiro e ‘soltou o pé’, estufando às redes.

Do gol de empate em diante, a responsabilidade voltou às mãos do Real Madrid(ou aos pés, se você preferir), e a pressão foi imensa. A bola era levantada a todo instante para dentro da área da Juve, e os italianos se seguravam como podiam e tentavam segurar a bola no ataque, atrasando o jogo como podiam.

Pesou para o lado Merengue o nervosismo de tentar fazer o golzinho que levaria a partida para a prorrogação. O ataque já não conseguia produzir, pouca criatividade para muitos jogadores com vontade de decidir, não aconteceu e mais uma vez não teremos um ”El clássico” na final da UEFA Champions League. A partida final promete! Dia 6 de junho no Estádio Olímpico de Berlim acontecerá a grande final entre Juventus e Barcelona.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×