Blog do Celino Neto

Se Robinho ou qualquer outro jogador não pode mais provocar, acabem de vez com o futebol!!!

43 Flares Facebook 1 Twitter 41 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 43 Flares ×

 Sinceramente, o futebol está cada vez mais chato, primeiro acabam com qualquer atratividade das entrevistas coletivas, agora querem acabar com apelidos entre torcidas, com as provocações entre torcedores e também entre os jogadores; Se o exército politicamente correto foi instruído a acabar com o futebol brasileiro está conseguindo, pois nem aquela particularidade(moleque) do futebol em nosso país se sustenta mais, está sumindo e resultando em gerações e gerações sem nenhum carisma, que não cativam o torcedor brasileiro.

Não importa se foi Robinho, Luis Fabiano, Valdivia ou Emerson Sheik, a provocação faz parte do futebol, e o minimo de resquício que ainda resta daquelas ”alfinetadas” extra-campo estão sendo pulverizadas pelo sempre idiota politicamente correto. Entra mês, sai mês e continuo a insistir nesta tecla, peço desculpas ao leitor se o assunto se tornou repetitivo, porém se em um dia querem acabar com o ”Bichaaa” no estádio, no outro uma repórter quer censurar o torcedor, querem formar um batalhão de jogadores sem face, sem identidade, sem identificação alguma com o torcedor, e se um time jovem como o santista não pode fazer um vídeo entre os amigos para provocar o rival, peço que acabem de uma vez com o futebol brasileiro e não façam esta ‘alegria’, mesmo que pequena e quase inexistente do mesmo, sumir.
Na entrevista coletiva deste quinta-feira, Leandro Pereira(atacante palmeirense), achou que o tal ‘funk’ santista criado após o primeiro jogo foi ofensivo a instituição Sociedade Esportiva Palmeiras, sinceramente, se uma letra que diz: ”Vamo detoná o Palmeiras, meu Peixão que vai vencer” é ofensivo não tenho mais senso algum do que pode ou não ofender alguém.
Sempre quando cito o ‘politicamente correto’ que destrói o futebol alguém me questiona se não exagero, e respondo que não, o futebol brasileiro não consegue mais segurar seus melhores jogadores e nem mesmo fazer campeonatos atraentes, a única maneira de criar uma rivalidade ou promover um jogo seria uma troca de ”provocações” saudáveis entre os atletas, que levariam o santista e o palmeirense ainda mais empolgados a final, pois mais que ganhar um título iriam calar o adversário… Mas não, num futebol onde não se pode mais ir comemorar com a torcida, as entrevistas coletivas são totalmente padronizadas e dentro de campo o futebol é ruim, o politicamente correto se torna ainda mais destrutível. 
Veja o vídeo citado:

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

43 Flares Facebook 1 Twitter 41 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 43 Flares ×