Blog do Celino Neto

Os passos largos rumo à uma tirania

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
000

Tradução em letras grandes: NÃO FALE! Texto de ‘prevenção’ do governo soviético, alertando à população contra os possíveis ‘traidores’ do movimento socialista.


 

Ok que estamos no Brasil, um país que seu povo não costuma se interessar por política(não é a toa que estamos nesta situação), que a impunidade virou algo do cotidiano, corrupção se tornou normal, imprensa omitir informações e cumprir uma agenda governista é a regra, boa parte população vai perdendo a esperança de ver quem estuprou país e o deixou nesta situação na cadeia… Um novo capítulo deste Brasil cada vez mais tirânico e menos livre foi escrito, o ato anti-democrático da vez é: Bater na justiça, criticar as operações que tentam fazer antagonismo à esta organização criminosa que deixou o país em situação melancólica, convocar os militantes para baterem de frente com aqueles que tentam fazer este país funcionar de maneira digna.

Que país é este que aceita este inchaço estatal cada vez mais autoritário com tanta morbidez? É simplesmente assustador!

São milhões e milhões para meios de comunicação que parecem ser ignorados. E os únicos meios de comunicação de oposição, estão quebrados, beirando à falência ou são independentes, pela até agora livre, internet. Assistir o principal jornal do país ignorar que a presidente da república foi citada por seis delatores da Operação Lava-Jato pelo recebimento de doações ilegais é absurdo! Presenciar vozes que denunciam este momento preocupante serem caladas é autoritarismo, amordaçar a imprensa cobrando que nomes como Raquel Sherazade, Joice Hasselmann se calem é absurdo! Sabendo que não está em maioria, ir ao STF para pedir aos ministros indicados em seu tempo de governo tirem liberdades da Câmara é uma atitude ainda mais autoritária. O que dizer quando um dos principais nomes do partido dentro da Câmara chama manifestantes opositores para briga e depois aparecerem organizações criminosas(MTST) aliadas ao partido para brigarem com pessoas pacificas que acampavam.

Vamos à matéria da Folha de São Paulo que inspirou este post:

O comando do PT lança nesta quarta-feira (11) uma cartilha em que ataca o juiz Sergio Moro, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes, além de criticar nominalmente procuradores e delegados da Polícia Federal.

O nome de Moro é citado 19 vezes num documento de 34 páginas. “todos os ex-dirigentes da Petrobras investigados na ‘Operação Lava Jato’ eram altos funcionários da estatal no governo FHC. Mas, como diz o juiz Sergio Moro, ‘isso não vem ao caso'”, acusa o texto que será publicado do site do partido.

Gilmar Mendes é citado quatro vezes: “As manobras e declarações antipetistas de Mendes, incompatíveis com a imparcialidade e o recato exigidos de um juiz, não são capazes de mudar a realidade: quem escancarou a influência do poder econômico na vida política brasileira foi o governo do PSDB, o mesmo que corrompeu o Congresso para introduzir a reeleição”, diz.

Os dois não são os únicos citados. O texto acusa ainda a procuradoria de engavetar casos referentes à máfia dos trens em São Paulo. “Se não tivesse sido investigado fora do Brasil, esse caso também seria jogado para debaixo do tapete. Com auxílio do procurador Rodrigo de Grandis, o processo estava engavetado”.

Assinado pela direção do PT, a cartilha menciona a relação de Sergio Moro com a ministra Rosa Weber, do STF. “Moro foi assistente de Rosa Weber na AP 470 (‘Mensalão’)”, diz.

O texto diz ainda que “o juiz Sergio Moro e sua ‘equipe’ de delegados da PF e procuradores do MPF [Ministério Público Federal] do Paraná fazem de tudo (até mesmo anistiar criminosos confessos) para atingir o PT”.

Os delegados que atuam nas investigações são citados um a um. “O delegado da PF Márcio Anselmo: declarou ‘Alguém segura esta anta, por favor’, sobre uma notícia cujo título era: ‘Lula compara PT a Jesus Cristo'”, diz o texto.

Outro delegado criticado é Igor Romário de Paula. O PT o acusa de usar as redes sociais durante a campanha eleitoral de 2014 para elogiar o senador Aécio Neves, candidato do PSDB.

A cartilha condena o procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol: ” Em uma “pregação” em uma igreja evangélica, apresentado como “servo” e “irmão” disse acreditar que Deus colabora com a “Operação Lava Jato”, afirma o partido.

A cartilha reserva um capítulo para ataques à imprensa e afirma que “comandada pela mídia monopolizada, a campanha de cerco e aniquilamento [do PT e do ex-presidente Lula] conta com a colaboração solerte de políticos de vários partidos, de setores do Judiciário, do Ministério Público e da Polícia Federal”

Ao falar do que chama de “vícios da Lava Jato”, o PT cita a “condenação sem provas do companheiro João vaccari Neto”. O petista já foi condenado a 15 anos de prisão e é réu em outros dois processos na Lava Jato, acusado de ter intermediado propina para o partido resultantes de contratos na Petrobras.

“No fim da linha está o objetivo de cassar o registro do partido, como ocorreu em 1947 com o antigo PCB”, diz o texto da cartilha petista.”

É o cúmulo do absurdo! Defesa de condenados mesmo com uma colossal quantidade de provas:

Trechos do ESTADÃO:

O diretório paulista do PT divulgou nesta terça-feira, 3, em seu site, o convite para um ato em apoio ao ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto – preso no âmbito da Operação Lava Jato. Segundo o presidente do PT em São Paulo, Emídio de Souza, o ato intitulado “A verdade sobre Vaccari” não é uma atividade oficial da legenda, mas o PT não tem vergonha de defender o ex-tesoureiro.

“As prisões (na Lava Jato), muitas delas são mantidas artificialmente. O Vaccari não representa qualquer perigo e é mantido em uma prisão política, é legítimo que petistas se organizem em torno disso”, afirmou o dirigente. “Somos solidários ao Vaccari, sabemos o que ele fez e o que não fez. Não temos do que nos envergonhar, pois ele trabalhou rigorosamente dentro das regras”, completou. Emídio destacou que o ex-governador tucano Eduardo Azeredo ainda não foi julgado pelo chamado “mensalão mineiro” e responde ao processo solto. O processo está parado desde março de 2014 e pode prescrever em 2018, como noticiou o jornal Folha de S. Paulo, destacou Emídio para argumentar como a Justiça tem sido “seletiva”.

Convocação de organizações criminosas para defender os interesses do partido:

TRECHOS DO FATO ONLINE:

O líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), chamou de “bando de vagabundos” um grupo de 40 manifestantes que ocupava as galerias da Casa durante sessão desta terça-feira (27). A declaração, feita no microfone, em plenário, ocorreu depois de seu colega de bancada, Wadih Damous (PT/RJ), ser vaiado e ter um discurso em defesa da presidente Dilma Rousseff interrompido. Após a interrupção, os manifestantes foram retirados do local pela segurança, por determinação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ).

“Eu vou juntar gente e vou botar vocês para correr daqui da frente do Congresso. Bandos de vagabundos, vocês são vagabundos! Vamos para o pau com vocês agora!”, disparou o líder do PT. Enquanto isso, os manifestantes gritavam palavras de ordem contra o PT, contra Dilma e contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Antes de interrupção e da retirada dos manifestantes do plenário, Damous afirmava que não existe razão jurídica para a presidente da República sofrer um processo de impeachment.

Logo depois das declarações de Sibá, curiosamente, aconteceu o seguinte:

Uso da corte do país para tentar impedir processos desfavoráveis na Câmara:

TRECHOS DO G1:

Os ministros Teori Zavascki e Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), concederam nesta terça-feira (13), a pedido de parlamentares governistas, três liminares (decisões provisórias) que suspendem o andamento dos processos de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados com base no rito definido no final de setembro pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Imprensa oposicionista tentando ser calada de todas as maneiras:

TRECHOS DO PATÉTICO BLOG DE PAULO HENRIQUE AMORIM, O CONVERSA AFIADA(RECHEADO DE PATROCÍNIOS ESTATAIS):

O Conversa Afiada pode informar que a Presidenta Dilma suspendeu a publicidade governamental no detrito sólido de maré baixa, que elegeu o Juiz Moro Barbosa como o vaso-de-guerra do Golpe.

Dizia-se que ela tinha feito o mesmo com a Época, do Globo: não é verdade.

Ficou na Veja.

É pouco.

Se o motivo da decisão sobre a Veja é o Golpe que surrupiou oito pontos dela, em São Paulo, tinha que levar a decisão aos “órgãos de imprensa” que fizeram o mesmo: o Globo, a Globo, o Estado comatoso e a Fel-lha (noA BC)

Todos esses jogaram a cartada do Golpe com a fraude da Veja.

Transformar a Veja em bode expiatório só reforça a ânsia golpista dos outros.

Não há nenhuma razão ética, política ou sequer de marketing que justifique dinheiro público e de empresas estatais bancar o Gilberto Freire com “i” (no ABC também) e a Urubulóga, cuja atividade dita profissional é detonar Governos trabalhistas.

E também:

TRECHO DO NOTICIAS DA TV:

Proibida de opinar nos SBT Brasil desde abril, após dizer que achava “compreensível”(OBSERVAÇÕES DO BLOG DO CELINO NETO: ACHOU COMPREENSÍVEL, MAS AFIRMOU QUE NÃO APOIAVA, COMPREENSÍVEL POR CONTA DA IMPUNIDADE) a ação de um grupo de “justiceiros”, a jornalista Rachel Sheherazade vai continuar calada. Desta vez, quem a proibiu de voltar a fazer comentários foi o próprio dono do SBT, Silvio Santos. Ela também não terá um programa debates, como se falou em maio, quando renovou contrato com o SBT. A emissora tomou a medida para não se desgastar com a presidente reeleita, Dilma Rousseff.

Angustiada com a demora para voltar a opinar, o que deveria ocorrer durante a Copa do Mundo, Sheherazade procurou Silvio Santos no último dia 28, dois dias após o segundo turno. Ela foi até o salão do cabeleireiro Jassa, em São Paulo, frequentado pelo apresentador. Argumentou com o “patrão” que, agora que já tinham passado as eleições, não haveria risco de problemas legais com suas opiniões.

Sheherazade ouviu um eloquente “não”. “Se o Aécio [Neves] tivesse vencido, tudo bem. Mas como a Dilma ganhou, é melhor você continuar calada”, respondeu Silvio Santos, segundo uma testemunha. A jornalista, que foi contratada em 2011 justamente por causa de suas opiniões na afiliada da Paraíba, continuará sendo apenas apresentadora do SBT Brasil.

E mais um:

TRECHOS DO BRASIL 247(SITE RECHEADO DE ANÚNCIOS ESTATAIS):

A jornalista e apresentadora do TVeja, canal de vídeos do site da Veja, Joice Hasselmann, foi desligada de suas funções.

Joice foi denunciada por 65 plágios de veículos como Gazeta do Povo, Bem Paraná e G1 pelo Conselho de Ética do Sindicato(NOTA DO BLOG DO CELINO NETO: Lembre-se, por um sindicato) dos Jornalistas do Paraná (Sindijor-PR), que comprovou a cópia dos conteúdos.

Até a denúncia, Joice fazia cerca de cinco vídeos semanais. Ela teve a participação reduzida e ficou com apenas um programa, dando mais espaço para Augusto Nunes, que a levou para a redação.

Sindicato dos Jornalistas do Paraná (SindijorPR) decidiu impedir, definitivamente, o ingresso de Joice Hasselmann no quadro da entidade.

Mudança de leis para lhe favorecer contra honestos caminhoneiros que protestam de forma pacifica(Como você pode ver clicando aqui, neste mesmo blog).

E agora tentam fazer seus militantes(muitos deles violentíssimos, veja a face pouco amigável de alguns, e outros partindo para a briga de fato)começarem a agir contra sério o juiz Sérgio Moro, o ótimo procurador Deltan Dallagnol, e um dos únicos resquícios de seriedade no STF que é Gilmar Mendes; Agem contra a liberdade de expressão, de imprensa, da justiça em todos os níveis, perseguem opositores criando inclusive listas de ‘alvos’ para a militância.

CongressoPCDOB

Nas homenagens laterais, o alemão na esquerda Karl Marx e à direita o russo Vladimir Ilitch, conhecido popularmente como Lenin. No meio deste bancada do PCdoB em 2013 estava Dilma Vana Rousseff, já presidente da república.

Onde o pobre Brasil foi parar? Numa verdadeira enrascada, sendo comandado por um tipo de partido que não se contentam em assaltar R$ 20 bilhões da maior estatal brasileira, um partido com viés autoritário, disposto a ‘fazer o diabo’ para vencer as eleições e também para ficar no poder. Neste final de 2015 a situação brasileira é claríssima, de um lado está o cidadão honesto, trabalhador, que não aguenta mais quem está no poder e do outro militantes cegos, fanáticos, e beneficiados com confortáveis cargos públicos, estes que não se importam com a liberdade e apenas com seu bem estar. O Brasil vive um momento delicado, mesmo insistindo em fechar os olhos para ver se o pior passa. Ainda não tivemos opositores presos no país, como em tiranias, pois PSDB, DEM e a maioria da oposição política brasileira fazem papel de patetas no momento sério em que vivemos, sendo mais úteis ‘no campo’, onde se mostram insignificantes, do que por trás das grades. De um lado temos a Liberdade, do outro à Tirania, esse é um momento crucial na história do país.


Vídeo de apoio de Luiz Inácio Lula da Silva, à Nicolas Maduro, nas eleições venezuelanas. Maduro este que manda prender opositores, segundo muitos manipula processos eleitorais, põe o exercito contra a população enquanto a mesma sofre com uma inflação de 200%, chegando ao ridículo do Bolívar venezuelano(moeda) valer mais como papel higiênico.

Confira o vídeo de apoio:

TRADUÇÃO: Longa vida a nossa querida pátria socialista. Longa vida ao nosso amado líder, O Grande Stalin!

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×