Blog do Celino Neto

A Educação Brasileira perde R$ 10 bilhões… Onde estão os ”Movimentos Estudantis”?

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

mi_1927577077120012

Dilma Rousseff começou seu segundo mandato com um novo lema: Brasil ”Pátria Educadora”. Perfeito! Sensacional! Revolucionário! Algo nunca visto na história do país! A presidenta sapiens estocadora de vento estaria investindo pesado na tão sofrível educação brasileira… Mais uma balela para enganar petista. Apenas em 2015, o país perdeu R$ 10 bilhões em investimento na Educação, isso mesmo, justamente no ano do lema ‘Pátria Educadora’, dez bilhões de reais foram cortados. Onde está a UNE? Não vai protestar? Ocupar escolas? Onde estão os ”Movimentos Estudantis” que só querem o melhor para os estudantes? Totalmente submissos, esperando ordens desta organização criminosa travestida de partido, se mostrando apenas uma patética massa de manobra.

Vamos a notícia do Estado de S. Paulo:

O Ministério da Educação (MEC) perdeu R$ 10,5 bilhões, ou 10% do orçamento, em 2015, ano em que a presidente Dilma Rousseff escolheu o slogan “Pátria Educadora” como lema de seu segundo mandato. Cortes em programas, pagamentos atrasados e trocas de ministros marcaram o ano da pasta(…)

Dados atualizados até ontem mostram que a União gastou R$ 12 bilhões com o Fies em 2015, 16% menos do que os R$ 13,7 bilhões de 2014 – apesar de já haver mais contratos acumulados. No Pronatec, o início de novas turmas foi adiado no primeiro semestre e também houve atraso de pagamentos às escolas. O MEC defende que foi registrado 1,1 milhão de novas matrículas em 2015.No decorrer do ano, outras iniciativas sofreram com a escassez de recursos, como o Mais Educação, voltado a escolas de tempo integral, e o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), que transfere verbas diretamente para as unidades.Bolsas de programas de iniciação à docência e de alfabetização também atrasaram. O corte na verba de custeio provocou reflexos nas universidades federais, que agonizaram com problemas de caixa. O MEC ainda teve de lidar com uma greve de cinco meses de duração dos professores universitários federais(…)

Mais um dos exageros da campanha de 2014 brutalmente desmascarado. Um projeto de poder que não pensa duas vezes antes de aparelhar o Estado a favor de um partido, e de uma grande organização de corrupção, para isso, não importa quantos estudantes irão ficar com cara de idiotas por confiarem em propostas de governo que só visavam mais poder. O país continuará indo para o buraco enquanto o Partido dos Trabalhadores continuar à estuprar o Estado em busca de benefícios a si mesmo.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×