Blog do Celino Neto

Evo Morales derrotado e a Bolívia também dá o seu sinal de anti-populismo

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

EvoMoralesBlogdoCelinoNeto

Argentina, Venezuela e agora a Bolívia… Aos poucos a América Latina vai se libertando deste populismo esquerdista que em sua formação conta/contou com figuras lamentáveis como Néstor e Cristina Kirchner, Hugo Chávez, Nicolás Maduro e Evo Morales(sem mencionar os brasileiros, obviamente). Neste domingo, os bolivianos decidiram que o seu presidente cocaleiro não terá direito a mais uma reeleição. No poder desde 2006, Evo ignorou qualquer princípio minimamente ético e democrático, e tentou emplacar por meio de referendo uma nova opção de reeleição. Lembrando aos leitores, que ainda no ano de 2014, o mandatário obteve permissão da Corte Suprema(América Latina e seus ‘Cortes’) para concorrer ao terceiro mandato consecutivo, pois a primeira gestão “não contaria”, já que as eleições haviam acontecido antes da Constituição promulgada em 2009, curioso não?

De maneira inteligente os bolivianos votaram em sua maioria no “Não”, rejeitando uma nova candidatura de Evo em 2019, que poderia resultar em quase duas décadas de um mesmo ‘presidente’ no poder. Este que usou a população carente como massa de manobra, dando benefícios estatais, enquanto os mesmos vivem com os piores índices de água potável da América Latina. Evo Morales também vem sendo bombardeado com denúncias de corrupção como o caso de uma ex-namorada do presidente que seria ligada “curiosamente” a uma empresa chinesa com contratos com o governo. Qualquer semelhança com o outros lideres latino-americanos não é mera coincidência.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×