Blog do Celino Neto

Delcídio explode a organização criminosa em sua delação

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Delcídio-Destroi-oPT-BlogdoCelinoNeto

Acabou, Delcídio fez delação premiada!

A revista IstoÉ teve acesso ao conteúdo, e este é devastador! Lula, Dilma, Pasadena, tentativas de melar a Lava-Jato, Bumlai, o ministro Navarro Ribeiro(do STJ)… Tudo delatado pelo senador petista, um conteúdo devastador para a maior organização criminosa que o Brasil teve o desprazer de banca-la na presidência da república por mais de uma década.

Se após os fatos apresentados por Delcídio Amaral, Luis Inácio Lula da Silva não for para a cadeia e Dilma Vana Rousseff for cassada, definitivamente o Brasil não merece confiança alguma, seja no legislativo, executivo e, principalmente, judiciário. São fatos que mostram o que um líder populista pode fazer no poder, montando uma rede criminosa internacional e deixando um possível progresso de seu país em segundo plano, dando preferência ao enriquecimento ilícito, controle da imprensa e blindagem à organização criminosa travestida de partido.


O que Delcídio entregou(Trecho do site G1, por Camila Bomfim):

As acusações contra Dilma
De acordo com a revista “IstoÉ”, Delcidio contou que Dilma agiu para manter na Petrobras os diretores comprometidos com o esquema de corrupção e atuou para interferir no andamento da Operação Lava Jato.

Uma dessas ações, segundo o senador, foi a nomeação para o Superior Tribunal de Justiça(STJ) do ministro Marcelo Navarro, que se teria se comprometido a votar, em julgamentos no tribunal, pela soltura de empreiteiros já denunciados pela Lava Jato.

Delcídio afirma na delação, segundo a “IstoÉ”, que, como presidente do Conselho de Administração da Petrobras, Dilma sabia que havia um esquema de superfaturamento por trás da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, e atuou para que Nestor Cerveró, ex-diretor da estatal e um dos presos na Lava Jato, fosse mantido na direção da Petrobras. A presidente, segundo o senador, indicou Cerveró para a diretoria financeira da BR Distribuidora.

Delcídio descreveu ainda uma operação de caixa dois na campanha de Dilma em 2010 feita pelo doleiro Adir Assad, também preso na Lava Jato.

Segundo o senador, o esquema seria descoberto pela CPI dos Bingos, mas o governo conseguiu barrar a investigação dos parlamentares.

As acusações contra Lula
Ainda de acordo com a revista, Delcídio afirmou que Lula tinha conhecimento do esquema de corrupção que atuava na Petrobras, que agiu pessoalmente para barrar as investigações da Lava Jato e que seria o mandante do pagamento para tentar comprar o silêncio de testemunhas.

O ex-presidente, segundo Delcídio, foi o mandante dos pagamentos que o senador ofereceu à família de Cerveró e que resultaram na prisão do senador, em novembro.

De acordo com Delcídio, Lula pediu “expressamente” para que ele ajudasse o pecuarista José Carlos Bumlai, porque estaria implicado nas delações do lobista Fernando Baiano e de Cerveró.

O senador afirma, segundo a revista, que Lula não queria que Cerveró mencionasse o esquema de Bumlai na compra de sondas superfaturadas feitas pela estatal.

Na delação, Delcídio diz que intermediaria o pagamento à família de Cerveró com dinheiro fornecido por Bumlai.

O senador também afirma, de acordo com a publicação, que em 2006 Lula e o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci teriam articulado um pagamento ao publicitário Marcos Valério para que ele não dissesse o que sabia durante o processo do mensalão.

De acordo com o parlamentar, Valério exigiu R$ 200 milhões para se calar na CPI dos Correios, e Lula teria cedido. Palocci, conforme o depoimento, assumiu a tarefa de negociar o pagamento.

 


Neste momento de recessão, ir contra e bater de frente com criminosos que estão no poder não é uma questão de preferência política e sim de um mínimo de civilidade e bom senso. Neste momento, está bem longe de ser um golpe da imprensa, terceiro turno de uma eleição em que os derrotados não souberam perder ou muito menos a palhaçada que definem como ”petralhas vs coxinhas”, não, está longe disso, é muito mais sério, tem um poder de destruição muito maior que divergências políticas ou ideológicas. Neste momento é uma divergência de caráter e que deixa escancarado muita coisa.

Quase 90% dos brasileiros estão contra este projeto criminoso, e existem os 10% que por, interesses próprios(principalmente financeiro), falta de capacidade cognitiva por conta de anos e anos de doutrinação ou desvio de caráter continuam a defende-lo. Não são 90% dos brasileiros que são ”golpistas”, ”coxinhas” ou de ”extrema-direita”, não, bem longe disso. São 90% que enxergam a realidade e não aguentam continuar nas mãos de criminosos.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×