Blog do Celino Neto

As reações a morte de Fidel Castro mostram muito o porquê da tal “radicalização política”

1 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 1 Flares ×

fidel

A grande imprensa gosta de afirmar que o mundo político está “radical demais”, “muito aos extremos” e que isso é “perigosíssimo”. Tudo isso por uma simples razão, uma onda “anti-establishment” e contra os políticos comuns só cresce. Abaixo a reação de grupos de extrema-esquerda e outros com viés mais à direita em relação à morte de um ditador, genocida, facínora e que sempre esteve a serviço de uma ideologia retrograda e conseguiu se tornar um ídolo de acéfalos por todo o mundo por ter conseguido transformar um pequeno país promissor em uma ilha particular de pobreza extrema, enquanto apenas aumentava sua fortuna.

 

Reações da extrema-esquerda à morte de Fidel Castro:




O futuro presidiário ainda gravou um vídeo patético “ligando os pontinhos”:

 


 

 

Ainda com direito à declaração “em cima do muro” do péssimo Barack Hussein Obama: “A história julgará o impacto dessa figura singular em seu povo e no mundo.”






E ainda:
cymxd1kusaa3mzb

Tradução: “O legado de Fidel Castro é de pelotões de fuzilamento, roubo, sofrimento inimaginável, pobreza e negação de direitos humanos fundamentais.”

“Enquanto Cuba continua sendo uma ilha totalitária, é minha esperança que hoje marque um afastamento dos horrores suportados por muito tempo, para um futuro em que o maravilhoso povo cubano possa finalmente viver em liberdade.”

“Embora as tragédias, mortes e dores provocadas por Fidel Castro não possam ser apagadas, nossa administração fará tudo o que puder para garantir que o povo cubano possa finalmente iniciar sua jornada em direção à prosperidade e à liberdade.”


Como levar a sério aqueles que lamentam a morte de uma das figuras mais repugnantes do século XX? Como aceitar a declaração de que “era um grande líder”, sendo que era um ditador facínora? Como não se voltar para o lado dos “politicamente incorretos” quando muitos dos que estão no poder, principalmente no Brasil, tem como grande inspiração esta figura que causou milhares de mortes em nome de uma ideologia? Não adianta reclamar da eleição de Donald Trump quando o Obama se mostra incapaz de julgar a figura lamentável que foi Fidel. Não adianta reclamar de uma enorme popularidade de Bolsonaro, quando o pateta do FHC faz praticamente uma carta de amor para o ex-tirano e Lula grava vídeo “ligando os pontinhos” para formar Viva Fidel. Sem citar Dilma, que coitada, nem deve ter escrito aquele texto. Após quase duas décadas o pêndulo começa a sair da extrema-esquerda, e as poucas figuras que conseguem perceber isso estão se dando bem. Pois não é aceitável que estadistas reverenciem tiranos, afinal, não é essa “nova extrema-direita fascista” que quer o totalitarismo? A mascara cai em momentos como este e mostra aqueles que mostram verdadeiramente o perigo.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

1 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 1 LinkedIn 0 Pin It Share 0 1 Flares ×