Blog do Celino Neto

O “crime de ódio” vale para todos os lados?

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Imagine o seguinte acontecimento: “Grupo de brancos espanca jovem por ser negro e votar em Hillary Clinton”, a repercussão seria colossal, debates e mais debates na Globo News, entrevistas com “pseudo-intelectuais” na Folha de São Paulo para discutir “afinal que ódio reacionário é este?”, ou mesmo “a eleição de Donald Trump já mostra suas consequências”. Imaginem se este grupo fizesse isso aos gritos de “Fod@m-se os negros” e “Fod@-se Barack Obama”. Todo o Partido Republicano seria posto no banco dos réus pelos atos cometidos por estes jovens brancos e o showman Barack Hussein Obama, que também é político nas horas vagas, viria com seus discursos sobre como o ódio racial está se acentuando e como a venda de armas deveriam ser limitadas. Enfim, toda a “grande mídia” internacional iria posicionar seus holofotes a este caso, e obviamente, faria muita política sobre este fato.

Mas existe um problema, o que aconteceu foi exatamente o inverso! Quatro jovens negros sequestraram e torturaram um branco com deficiência mental, eleitor de Donald Trump. E ainda por cima transmitiram toda sua selvageria ao vivo no Facebook, aos gritos de “Fod@-se Donald Trump” e “Fod@m-se pessoas brancas”. Coincidentemente, ou não, esses jovens são integrantes da facção Black Lives Matter, que começou como um repúdio à agressões policiais sem motivos aparentes e vem se tornando cada vez mais perigosa, com alguns grupos que praticamente se tornaram uma Ku Klux Klan versão negra, depredando, agredindo e xingando pessoas brancas.

O caso animalesco obviamente não teve a repercussão devida pelo mundo, no Brasil pouco se falou sobre o assunto. O motivo? O claro viés esquerdista do establishment midiático não só brasileiro como também mundial.

Abaixo o vídeo, onde podemos ouvir claramente o “F*** Donald Trump! F*** white people!”. Alerto que são cenas de humilhação, xingamentos e até tortura, recomendado apenas para maiores de dezoito anos:

 



 

Me pergunto se um xingamento racista de um idiota qualquer no Twitter consegue repercussões gigantescas, será que um caso como este também não merece? Um deficiente mental covardemente espancado apenas por ser branco e votar em Donald Trump… Se o ano de 2016 marcou grandes derrotas para a imprensa tradicional, começamos 2017 com mais um caso onde a mesma fica completamente desmoralizada. Imprensa tão repugnante ao ponto de uma repórter estar rindo enquanto passa a reportagem:

Uma psicopatia política maligna que tornam militantes não apenas em masa de manobra como em criminosos. Alimentados por analistas e apresentadores políticos como Don Lemon, da CNN, que fez uma afirmação absurda em respostas ao convidado Matt Lewis.

Matt: “O fato da vítima ser uma pessoa vulnerável que foi enganada para ir com eles aumenta a gravidade. Parece que o fato de ser uma pessoa com problemas mentais torna tudo ainda mais repulsivo. Mas no fim das contas, chegamos no fato de que tudo isso é pura maldade. Isso é o que vemos ali: é algo maligno. É brutalidade. É a desumanidade do homem contra o homem”.

Don Lewis não gostou das afirmações e respondeu: “Eu não acho que é maligno Eu acho que esses adolescentes apenas não tiveram a educação adequada. Quero dizer: quem está educando essas crianças? Eu não tenho ideia de quem seja. Pois ninguém que eu conheça sobre a Terra – tenha 17 ou 70 anos – iria pensar em tratar outro ser humano daquela forma. É desumano. E você imagina: aos 18 anos de idade, onde estão os pais daqueles garotos?”.

No Brasil temos o patético Arnaldo Jabor, que sugeriu até um atentado contra a vida de Trump, confira o que afirmou: “Trump é o mal. É apavorante pensar que o planeta Terra está nas mãos de um louco, e ninguém pode fazer nada. A não ser quer outros psicopatas o matassem”.

As derrotas que o establishment vem tornando-os cada vez mais agressivos e intolerantes. Uma extrema-esquerda que não consegue conviver com uma derrota política ou fazer oposição pacífica. Distorcendo a realidade em muitos casos e em extremos torturando um eleitor e transmitindo ao vivo no Facebook. Aonde chegamos?

Não esqueçamos de um senhor de idade avançada que foi agredido por ser eleitor de Donald Trump:

 

O que motiva essa tamanha psicopatia? Uma hegemonia do establishment sendo quebrada, consecutivas derrotas e o conto de que “Donald Trump e seus eleitores racistas” são os “vilões da história” vai evaporando quando se é confrontado aos fatos.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×